30/04/2014

Fabril/GHC/Codó disputará o campeonato piauiense de handebol

Fabril/GHC/Codó Handebol
Após uma excelente campanha na Copa Maranhão de handebol que foi realizada em Caxias, a equipe do FABRIL/GHC/CODÓ iniciará nesse final de semana mais uma competição de alto nível. Trata-se do Campeonato Piauiense de Handebol Adulto Masculino. 

Como a Federação de Handebol do Estado do Maranhão está sob intervenção, as equipes do interior do estado estão disputando campeonatos por outras federações. Isso aconteceu com equipes de Imperatriz que se filiaram à Federação do Tocantins. Devido a proximidade com a capital piauiense, Codó e Caxias se filiaram no estado do Piauí. 

As equipes participantes da primeira divisão do Piauiense Adulto Masculino de Handebol serão:
- GHC, CAIC BALDUINO ( atual campeão brasileiro escolar que irá representar o Brasil no mundial escolar de 2014 que será realizado na Turquia), UFPI, NOVO POTY, IFPI, CAXIAS, PARNAÍBA, PIRIPIRI, FABRIL/GHC/CODÓ.

A Equipe codoense estréia na próxima sexta, 02/05,  contra o CAIC BALDUINO, no sábado joga contra a UFPI e no domindo o GHC. O campeonato está programado para turno returno com todas as equipes se enfrentando.

O plantel codoense é comandado pelo técnico Genilson Freitas e tem os seguintes atletas:
- Lucas, Karol, Francisvaldo, Wenderson, Fernando, Wesley, Matheus, Fredson, Kauê, Tenório, Márcio, Anderson, Ruan, Marcos, Leonilson, Luís, Elmo, Rafael, Deneson, Lierto e Fabrício.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

28/04/2014

Codó terá dois representantes no Torneio Intermunicipal de Futsal Feminino de São João dos Patos

Olympus representará mais uma vez Codó em São João dos Patos
Codó participará pelo 5º ano seguido do Tradicional Torneio Intermunicipal de Futsal Feminino de São João dos Patos, que acontecerá na mesma cidade, nos dias 03 e 04 de maio. Como nos anos anteriores, mais uma vez o desportista e vereador Chiquinho do SAAE está disponibilizando através da Prefeitura Municipal de Codó, um ônibus para levar e trazer a delegação codoense até o município realizador do evento.

O evento organizado a 7 anos pelo treinador Evaldo Sousa, distribuirá R$=2.600,00 pro campeão e R$=1.600,00 pro vice, é aberto (adulto) e contará com 12 equipes locais e de cidades maranhenses: Caxias, Codó, Presidente Dutra, Barra do Corda, Pedreiras, São Luís...

Nesta edição do evento, Codó será representado por duas equipes com objetivos distintos: B11 (ex alunas do Colégio Olympus) e Olympus (infantil e infanto).

- B11: composta por atletas experientes e adultas, entra na competição com o objetivo de lutar pelo troféu de campeão e conta com o seguinte elenco: Paulinha, Josilda, Juana, Bianca, Bhrenda, Giovana, Juliana, Daniely, Daiana, Sandrinha e o técnico Betinho.
B11

- Olympus: equipe infanto (15 a 17 anos) juntamente com algumas alunas infantis (12 a 14 anos), entra na competição adulta com o objetivo de proporcionar um grau maior de dificuldades às suas alunas atletas, adquirindo assim mais experiência para que possam melhorar seus desempenhos nos Jogos Escolares Codoenses. O elenco é comandado pelo Professor Fredson Ricardo e tem suas alunas infantos: Nágila, Lavínia, Raissa, Ingrid, Joane, Antonielma, Lídia, Joserlane, Beatriz, Verônica e Nathália, juntamente com as infantis: Verônica, Gilvânia, Ellen, Gislene, Juliana e Anália.

A delegação codoense viajará na sexta, 02 de maio, às 13 horas e tem o retorno marcado para o meio dia de domingo, 04 de maio. Cada equipe participante pagará uma taxa de 220 reais que dá direito à alimentação e alojamento ofertados pelo organizador da competição.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

25/04/2014

1ª Copa da Juventude de handbeach terá semifinais no sábado

Handbeach na Arena Ananias Murad
Iniciou em 30 de março, a "I Copa da Juventude de Vôley de Duplas na Areia e de Beach Soccer Feminino", patrocinada pela Secretaria de Juventude de Codó. Em 16 de abril, dia do aniversário de Codó se deu o início da competição da modalidade de handebol de areia que terá sequência amanhã, 26/04 na Arena do Aeroporto com as seguintes semifinais:

- 15:30 horas - CHC x Ananias Murad
- 16:30 horas - Dom Quixote x CHC 2

A classificação da primeira fase ficou da seguinte forma:

Grupo A:
- CHC - 04 Pontos em 2 Jogos
- CHC 2 - 02 Pontos em 2 Jogos
- IFMA - 00 Ponto em 2 Jogos

Grupo B:
- Dom Quixote - 04 Pontos em 2 Jogos
- Ananias Murad - 02 Pontos em 2 Jogos
- Pequeno Polegar - 00 Ponto em 2 Jogos

Na quadra de areia da Escola Ananias Murad iniciou a competição de Vôley de Areia com a participação de 14 duplas e paralelamente acontecia na Arena do Aeroporto a competição de Futebol de Areia Feminino.


Segundo o organizador da competição de Vôley de Areia, Marcelo Lopes, e do Handebol e Beach Soccer, Professor Coqueiro,  a "I Copa da Juventude" só está sendo realizada devido o empenho da secretária Rosilda Pereira que se prontificou a patrocinar o evento nas modalidades: beach soccer feminino, vôley de areia masculino e handebol masculino, todas com as premiações distribuídas da seguinte forma: campeão, 500 reais; vice, 300 reais e 3º colocado, 200 reais, totalizando 3 mil reais.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

22/04/2014

Ginásio Carlos Fernando é inaugurado em Codó

depois
depois
Dentre as inaugurações realizadas pelo prefeito Zito Rolim e comitiva no último dia 16, em razão dos 118 anos de emancipação política de Codó, o Ginásio Poliesportivo Carlos Fernando chamou muita atenção do público que acompanhava a cerimônia. Localizado entre os bairros Dallas e Novo Milênio, o mais novo complexo esportivo possui dimensões oficiais e será um espaço ideal para a prática esportiva de diversas modalidades. A grande estrutura do ginásio receberá eventos oficiais do município e de federações desportivas do estado do Maranhão, além de ser mais uma opção para atividades de lazer.
antes
antes
A cerimônia de inauguração contou com a presença do prefeito Zito Rolim e a Primeira Dama Eliene Rolim, pelo vice Guilherme Archer, secretários municipais, representantes do poder legislativo e os jogadores Fábio e Júnior, estrelas da seleção brasileira de handebol. O Novo Ginásio Poliesportivo Carlos Fernando foi uma homenagem ao importante desportista codoense e ex-secretário de esportes do município. O espaço irá receber competições regionais, estaduais e nacionais e estará à disposição de instituições ligadas a prática de educação física.
depois
depois
De acordo com o Secretário Municipal de Infraestrutura, Márcio Esmero, o ginásio é o primeiro em padrões oficiais do município de Codó, comportando uma grande quadra polivalente para a prática de futsal, handebol, basquete e vôlei, além de ampla arquibancada, banheiros e vestiários masculino e feminino e área administrativa. O novo espaço do esporte codoense também é todo adaptado as pessoas portadoras de necessidades especiais e oferecerá bastante conforto aos espectadores dos eventos esportivos.
depois
depois
Para o prefeito Zito Rolim, a inauguração será o inicio de uma nova fase para o esporte codoense. “A cidade de Codó já viu nascer grandes desportistas que ganharam o mundo. Nossa cidade é um celeiro de jovens talentos em várias modalidades esportivas. Esse grande e majestoso ginásio será a nova casa do esporte codoense. Um local para que floresçam novos talentos, novos representantes do nosso esporte. Aqui iremos testemunhar grandes espetáculos esportivos no handebol, basquete, futebol e vôlei. Nossos jovens desportistas agora possuem um lugar oficial para treinar e aprimorar sua vocação desportiva” .
depois
depois
depois
depois
depois
depois
depois
depois
antes
antes
antes
antes
antes
antes
antes
antes
antes
antes
antes
antes
Raphael Fernandes – Ascom/Prefeitura Municipal de Codó

21/04/2014

Codó é campeão cadete da Copa Maranhão de Handebol em Caxias

Fabril/GHC campeão cadete da I Copa Maranhão de Handebol
O que torna uma competição inesquecível? Não é somente tornar-se campeão, sim isso é muito importante, mas isso passa, a festa passa, o que torna uma competição importante é sim seu legado. A Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas, devem deixar um legado importante, no contexto geral para atletas brasileiros, assim também foi a COPA MARANHÃO de HANDEBOL, uma experiência indescritível para os atletas de Caxias e todos que participaram.

“Vimos nossos atletas cada vez mais evoluindo e se profissionalizando, deixou uma legado importante para nossos árbitros que agora serão Federados, e ganharão respaldo e profissionalização, será no Piauí, porque aqui no Maranhão, não será possível, ganhamos nós funcionários da SEMELJ que aprendemos a organizar uma competição de alto nível. Uma competição precisa de tabela, de regulamento, de começo meio e fim, de torcida, de quadra em condições de jogo, de apoio logístico, pra quem faz e participa, precisa de respeito, de interação e de participação de atletas internacionais e nacionais que só veem se acreditarem no trabalho”, disse o secretário de Esporte de Caxias, Adelmo Soares.

Esta foi a primeira edição de um evento organizado pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude de Caxias (SEMELJ) em conjunto com atletas caxienses e os professores de handebol Wagla Rocha, Mauro Portugal (FERDE) e Nildemar Pinheiro, contando com total apoio da Prefeitura de Caxias. Ao todo, participaram da Copa Maranhão de Handebol quatorze equipes representadas por centenas de jovens atletas dos estados do Maranhão e Piauí imbuídos do espírito esportivo, competindo com disciplina, ética e cidadania.

Abaixo, o relato do evento e agradecimento do secretário Adelmo Soares.

“Portanto, é com a satisfação do dever cumprido que a família SEMELJ agradece a todos professores, técnicos, árbitros, as torcidas, a direção das escolas Thales Ribeiro Gonçalves, Clóvis Vidigal, Inácio Passarinho; Eugênio Barros, Duque de Caxias, aos parceiros SAMU, SAAE, Policia Militar, Guarda Municipal, enfim, a todos que de forma direta ou indireta contribuíram para a realização da Copa Maranhão de Handebol. Não poderíamos deixar de fazer agradecimento especial ao S. Márcio esmero que proporcionou a vinda dos atletas e ex-atletas da Seleção Brasileira de Handebol Fabio Vanini, Luis Carlos Junior, Rodolfo Oliveira e Jaime Torres que prestigiaram nosso evento e proporcionaram um espetáculo dentro e fora da quadra, com lealdade, disciplina e amor ao Esporte, vieram aqui não somente para competir, mas, sobretudo, para manifestar apoio a iniciativas como a Copa Maranhão de Handebol, para tornar possível o sonho de centenas de atletas de todo o Brasil, principalmente do Maranhão.

Agradecer ao professor Giuliano Ramos que trouxe a seleção do CAIC Balduíno que irá a Turquia, em Julho, representando o Brasil na Copa do Mundo de Handebol Escolar, tornando nossa Copa ainda mais importante, já que, serviu de preparação do representante do Brasil nessa Copa do Mundo de Handebol. Ganhou o Handebol do Maranhão que juntou várias gerações, vê um dos maiores nomes do Handebol Maranhense atuando como foi no caso o Sr. Gastão, foi muito gratificante, vê a festa dos atletas, a interação, as conversas enfim tudo que diz respeito ao crescimento do esporte. Ao contrário do que hoje acontece na federação maranhense de handebol, onde um ditador impõe sua posição, prepara competições apenas para se engrandecer ou seu time, jogos sem prestigio algum, aja visto, que não consegue ginásios para as disputas a altura que o handebol merece, partidas que não terminam, perseguindo árbitros, barrando equipes e dirigentes. Um Presidente que não tem apoio dos que fazem o handebol, uma federação que não sabe reconhecer a força do handebol maranhense que agora tem uma atleta campeã do mundo.

Nós queremos um handebol jogado em quadra, com amor ao esporte com respeito de dirigentes a atletas e dirigentes de clube com a reciprocidade de ambos os casos. E não um handebol escondido, um handebol que somente beneficia os gestores, e esquece seus principais protagonistas, que são os atletas. Realizar uma copa em Caxias foi maravilhoso, por todo esse legado descrito acima, mas também por termos reunidos ideias, pautadas no bom senso, no desejo de ajudar o handebol do Maranhão a sair dessa situação de letargia e lentidão.

Vamos dar a volta por cima, basta nos unirmos, e já estamos trilhando esse caminho. Reunir os principais nomes do handebol como Mauro Portugal , Rosana Motta, Rosangela Diniz, Antonio Gastão, Márcio Esmero, Willyam Martins, Francisco Almeida, Ronaldo Cunha, Adriano Bastos, Nildemar Pinheiro, Wagla Rocha, Jean Nita, Manoel Renato e Gustavo Aranha. Vamos fundar a LIGA INDENPENDENTE DO HANDEBOL MARANHENSE, esse será o maior legado dessa COPA. Viva o handebol do Maranhão!!! Ao fazermos estes agradecimentos e este desabafo, gostaríamos de deixar o convite para em 2015 estarmos juntos novamente na realização da II Edição da Copa Maranhão de Handebol. Viva o Esporte, Viva o Handebol…

Final da Copa Maranhão de Handebol! Cadete Masculino: 1º Lugar – Codó 2º Lugar – Ghc (Teresina) Feminino Adulto: 1º Lugar – Ghc (Teresina) 2º Lugar – Matinha Adulto Masculino: 1º Lugar – Ghc B (Teresina) 2º Lugar – Ghc A (Teresina)


Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI
Transcrito do blog do jornal pequeno

18/04/2014

Garoto codoense é aprovado em Recife e disputará o pernambucano sub 20 de futebol

Werikly Renan - revelação da base do Núcleo Bahia de Futebol
Após 20 dias de avaliação no Mundão do Arruda em Recife, o meia esquerda codoense Werikly Renan de 18 anos foi aprovado e vai jogar o campeonato pernambucano sub-20 pelo Vitória de Santo Antão.

Renan foi bem em todos os testes na base do Santa Cruz, chegando a ficar entre os dois melhores após quatro baterias eliminatórias com mais de 40 atletas de vários estados, como o tricolor do Recife priorizou a base 96, o meia codoense nascido em 1995 foi emprestado para atuar no pernambucano sub-20 pelo Vitória de Santo Antão.

No Vitória, Werikly Renan foi aprovado no primeiro dia de avaliação e vai disputar o campeonato pernambucano juniores, e continuará sendo observado pela comissão do cobra coral.

“Trabalhamos muito para preparar nossos atletas para chegarem nos grandes clubes mostrando muita qualidade dentro de campo, e Renan assim como João Victor que hoje faz parte da base sub-15 do Vasco-RJ e Wesley que embarcou essa semana para Santa Catarina, foram preparados durante dois anos, atuando em dois estaduais e vários amistosos com times de fora, além de um trabalho de nível técnico e tático muito bem planejado, infelizmente a nossa base sub-18 foi desativada em Codó, mas em breve outros atletas do Núcleo do Bahia terão também a oportunidade de serem avaliados em outros grandes clubes” afirmou o coordenador do Núcleo do Bahia Rubson Muniz.

Werikly Renan está aguardando apenas a confirmação do seu registro na federação para começar sua carreira no futebol pernambucano. 

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI
Fonte: Assessoria de comunicação do Núcleo Bahia Codó

17/04/2014

Fabril GHC representará Codó na Copa Maranhão de Handebol em Caxias

Uniformes do representante codoense Fabril GHC
Tem início nesta sexta-feira (18), a partir das 9h da manhã, a maior competição de handebol da região dos Cocais: a Copa Maranhão de Handebol. O evento é uma realização da Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Semelj), e contará com as presenças de competidores do Maranhão, Pará, Tocantins, Piauí e Ceará.

Ao todo 550 atletas, dirigentes e técnicos, de 16 cidades, irão participar da competição. Para o prefeito de Caxias, Léo Coutinho, o grande número de atletas caxienses inscritos representam o fortalecimento do esporte na cidade.“Nós conseguimos, com recursos próprios, mudar a cara do esporte de Caxias e prova disso é o grande número de jovens que temos participando deste evento”, destaca o prefeito.

Na Copa Maranhão de Handebol haverá duas modalidades, disputadas entre cadetes e adultos, no masculino e feminino. A premiação ficará em torno de R$ 8 mil, com entrega de troféu e medalhas para campeões e vices.

Segundo o secretário municipal de Esportes de Caxias, Adelmo Soares, a região dos Cocais está sendo contemplada com a competição, visto que nem mesmo a Federação Maranhense de Handebol tem conseguido fazer eventos deste porte. “O Maranhão tem uma atleta na Seleção Brasileira de Handebol, que foi campeã mundial de Handebol, Ana Paula. Mesmo assim, no nosso estado a modalidade está paralisada desde que a Federação foi entregue ao atual presidente, que tem sérios problemas com dirigentes, atletas, árbitros e treinadores”, destaca o secretário.

As disputas são abertas para toda a população assistir. Elas acontecerão nos turnos da manhã e tarde, e seguem até o dia 21 de abril.

A delegação codoense participará nas duas categorias com a denominação de Fabril GHC, sendo que na adulta terá a presença de atletas de níveis internacionais, como Fábio Vanini. Fábio atuou aproximadamente 10 anos pela seleção brasileira, jogou na Suíça em Zurick, pelo Grasshopper Clube Zurick, popularmente conhecido como GC, e conseguiu um título inédito, o da Liga Nacional de Handebol.

 
Fabril GHC adulto fazendo último treino no recém inaugurado ginásio Carlos Fernando em Codó

Na categoria cadete o técnico Genilson Freitas que também dirigirá a equipe adulta, conta com a base de seus ex alunos atletas do infanto do Colégio Batista e alguns remanescente de sua equipe própria GHC. As duas equipes estão tendo o apoio da Prfeitura Municipal de Codó, da empresa "Dueto Engenharia" e do desportista e secretário de obras de Codó, Márcio Esmero, que também atuará como atleta e auxiliar técnico da equipe adulta. 
 
Fabril GHC cadete no último treino antes de estreiar na Copa Maranhão de Handebol


Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI
Fonte: Ascom/ Prefeitura de Caxias, com informações da TV Difusora Caxias

16/04/2014

1ª Copa da Juventude iniciou hoje a modalidade de handebol de areia



Dom Quixote x Pequeno Polegar no handebol de areia
Iniciou em 30 de março, a "I Copa da Juventude de Vôley de Duplas na Areia e de Beach Soccer Feminino", patrocinada pela Secretaria de Juventude de Codó. Hoje, 16 de abril, dia do aniversário de Codó se deu o início da competição da modalidade de handebol de areia com os seguintes resultados:



CHC 2 W x O IFMA.
Pequeno Polegar 01 x 02 Ananias Murad - (Parcial: 1º Tempo - 08 x 11/ 2º Tempo - 12 x 03/ 1 Contra Goleiro 02 x 03).
CHC 02 x 01 CHC 2 - (Parcial: 1º Tempo - 10 x 06/ 2º Tempo - 09 x 10/ 1 Contra Goleiro 04 x 03).
Dom Quixote 02 x 00 Pequeno Polegar - (Parcial: 1º Tempo - 14 x 06/ 2º Tempo - 18 x 09).
IFMA O x W CHC.
Ananias Murad 00 x 02 Dom Quixote - (Parcial: 1º Tempo - 05 x 22/ 2º Tempo - 05 x 17).

Gutin e seus herdeiros
Na quadra de areia da Escola Ananias Murad iniciou a competição de Vôley de Areia com a participação de 14 duplas e paralelamente acontecia na Arena do Aeroporto a competição de Futebol de Areia Feminino.

Segundo o organizador da competição de Vôley de Areia, Marcelo Lopes, e do Handebol e Beach Soccer, Professor Coqueiro,  a "I Copa da Juventude" só está sendo realizada devido o empenho da secretária Rosilda Pereira que se prontificou a patrocinar o evento nas modalidades: beach soccer feminino, vôley de areia masculino e handebol masculino, todas com as premiações distribuídas da seguinte forma: campeão, 500 reais; vice, 300 reais e 3º colocado, 200 reais, totalizando 3 mil reais.


O Ex atleta e treinador de Handebol Augusto Braga (Gutin) compareceu ao evento de handebol de areia contribuindo como mesário e matando as saudades dos tempos de atleta, jogando um pouco com o objetivo de participar e principalmente de se divertir, acompanhado de seus dois filhos dos quais o mais velho também é atleta do handebol da Escola Pequeno Polegar.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

15/04/2014

Codó: 118 anos de esportes

Fausto dos Santos


A cidade de Codó é um celeiro de revelar grandes atletas. No atletismo, handebol, futebol e outras modalidades. O Futebol codoense é riquíssimo de atletas. Temos uma bela praça de esportes que já recebeu o Flamengo e Vasco do Rio de janeiro, um jogo pelo Campeonato Brasileiro Serie C envolvendo as equipes do Sampaio Correa e Paysandu.

Fausto era um volante de muita disposição, grande técnica, habilidade, liderava o meio de campo de sua equipe com muita elegância e tinha precisão no toque de bola.

Considerado o melhor jogador de sua posição nas décadas de 1920 e 1930. Por isso na copa de 1930, o jogador despertou a cobiça de vários clubes do exterior. No mundial do Uruguai, em 1930 recebeu a alcunha de “Maravilha Negra” pela crônica esportiva uruguaia devido a sua atuação na copa de 1930.

Iniciou sua carreira defendendo o Bangu em 1926, no inicio de 1929 chega ao Vasco, clube ao qual retornaria em 1934. Durante uma excursão do Vasco à Espanha ele e o goleiro Jaguaré Bezerra de Vasconcelos impressionaram tanto pelo futebol apresentado que o Barcelona o contratou-lhes imediatamente em 1931. Após um ano na Espanha transferiu-se para atuar pelo Young Fellows, da Suíça, em 1934 chega para defender o Nacional, do Uruguai e em 1935 retornou ao Vasco. Morreu precocemente em razão da tuberculose aos 34 anos.


Evandro time do America


França

Françoaldo Sena de Souza, mais conhecido como França (Codó, 2 de março de 1976), é um radialista e ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante1 .

O maranhense França Lima iniciou sua carreira atuando pelo Nacional de Manaus em 1993 e por este clube foi revelado, no ano seguinte assinou contrato com o XV de Jaú e chegou ao São Paulo Futebol Clube no final de 1995.

Logo em 1996, mesmo na reserva de Muller e Almir no Paulistão, França marcou 8 gols, um deles foi um golaço de bicicleta contra o Rio Branco no Pacaembú. Ele brilhou muito no Tricolor Paulista, fazendo muitos gols. Em 323 partidas pelo São Paulo, França fez 182 gols, marca que o registrou como o quarto maior artilheiro da história do clube e a 11ª melhor média de gols do clube(0,56 gol por jogo). Venceu 2 campeonatos paulistas, em 1998 e 2000 – com França artilheiro em ambas competições, com 12 e 18 gols, respectivamente – e um Torneio Rio-São Paulo, onde França foi novamente artilheiro também, com 6 gols.

Os seus muitos gols e assistencias, lhe renderam algumas convocações para a seleção brasileira, entre os anos de 2000 e 2002. Em um amistoso entre Brasil e Inglaterra em maio de 2000, França fez o gol brasileiro no empate de 1 a 1 em Wembley.



Fernando


Celio Codo


Moreira Atletismo

José Carlos Moreira (Codó, Maranhão, 28 de setembro de 1983) é um velocista brasileiro especialista nos 100 metros rasos.

Moreira mede 1,68 m e correu as semifinais do revezamento 4×100 metros dos Jogos Pan-americanos de 2007, ajudando o Brasil a chegar à decisão e conquistar a medalha de ouro. Participou dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, na mesma prova e obteve o quarto lugar na final ao lado de Bruno de Barros, Sandro Viana e Vicente de Lima.





Claudio e Paulo Cesar no Fabril




Nacional


Vasco 1987 em Codó


ESTA FOTO É UMA RARIDADE – DATADA DE 1920 – FUNDAÇÃO DO FABRIL ESPORTE CLUBE – EM PÉ ATRÁS: DA ESQUERDA PARA A DIREITA: OTACILIO SOARES( Tio de Domingos Soares, pai de Dna. Priscilla), OSCAR GONÇALVES (Pai de Walter Zaydan Gonçalves) e DEOLINDO LUIS RODRIGUES ( Pai de José Inácio). SENTADOS: RAUL SERRA MARTINS (Cunhado de Sebastião Archer), SEBASTIÃO ARCHER (Pai de Ruy,Remy,Renato, Ruth e Ronaldo), DR.ELIZABETO BARBOSA DE CARVALHO ( Juiz de Direito de Codó ) e o MESTRE DA FÁBRICA DE TECIDOS. O FABRIL COMEÇOU COMO UM CLUBE DE FUTEBOL E CAÇA. RARIDADE.


Nacional de Codó – MA
Quarteto bom de bola
Da direita pra esquerda
Em pé: Eu, Viana Neto
Abaixados: Angêlo e Bodinho



MarcosPimentel

Zezão Trator - lutador internacional de MMA


Fredson Ricardo - CREF 217-g-PI
Fonte: Codó notícias