quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Goleiro codoense faz testes no Fluminense

Zulaga treinando seu pupilo Marcos
O goleiro Marcos Antônio da Costa Rodrigues, 16 anos, com  1,90 de altura, está no Rio de Janeiro em fase de avaliação pela comissão da base juniores do Fluminense. O jovem codoense é uma das principais apostas do projeto idealizado pelo professor Erivan Muniz, conhecido na carreira profissional de goleiro como “Zulaga”.

São duas semanas de testes, físicos, técnicos e médicos até chegar ao processo final de aprovação. Marcos nos últimos meses despertou interesse de vários observadores técnicos como Roberto Araújo do Esporte Clube Bahia e agora está bem próximo de realizar o sonho, que é chegar a um time profissional.

“Marcos é um dos alunos em quem mais apostei, e o resultado está aí, com apenas 8 meses de trabalho, ele já é um goleiro diferenciado, apesar da pouca idade, ele já tem várias propostas além desta do Fluminenese. Sei que ele precisa corrigira alguns detalhes, mas estou confiante e otimista na aprovação do Marcos no Fluminense “. Disse o treinador de goleiros, Zulaga.

Além de Marcos, a escolinha do experiente Zulaga já enviou mais duas promessas, Eduardo Monteiro Silva, 1,87 de altura, 17 anos, que está disputando o campeonato piauiense sub-18 pelo River e Guilherme Santos, 1,89 de altura, 17 anos que está também no piauiense sub-18 pelo Piauí Esporte Clube.
Vale ressaltar que esses três goleiros tem menos de 1 ano de trabalho, e a tendências é que os mesmos e outros tenham um futuro bem promissor no futebol, e que leve mais em frente o nome de Codó através do esporte.

Posso ressaltar ainda que, como meu aluno de educação física da escola Governador Archer, o Marcos além das qualidades técnicas e físicas, também tem um comportamento exemplar, sendo uma pessoa educada e atenciosa, reunindo assim condições para além de se tornar um grande atleta profissional, ser também um homem íntegro e de bom caráter.

Fredson Ricardo CREF 217/g-PI

Fonte: www.portalfc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário sobre a matéria acima.