sábado, 9 de junho de 2012

Atleta codoense troca o futebol pelo atletismo e brilha no Distrito Federal


Janilson - maratonista codoense
O Maratonista, Janilson Azevedo, é um codoense que tem feito sucesso na capital do Brasil, sempre correndo e subindo aos pódios numa das cidades mais movimentadas na área do atletismo.

DE JOGADOR A MARATONISTA

O jovem saiu de Codó jogador de futebol e em Brasília passou 9 meses jogando, profissionalmente, pelo Anapolina Futebol Clube. Disse que se machucou demais na época e, justamente, neste tempo, entre uma recuperação e outra, conheceu o atletismo.

“Na época em que eu fui daqui eu tinha um contrato com o Anapolina Futebol Clube, joguei lá 9 meses com contrato temporário, mas não tive sucesso no futebol. É uma fase que pra mim foi desgastante, psicologicamente, fisicamente, porque eu machuquei muito, nem gosto de relembrar”, disse

Apaixonou-se pelas maratonas e foi se destacando, até fazer parte da elite nacional, com direito à patrocínio fixo da Caixa Econômica Federal. Na sua lista de campeão constam diversas vitórias importantes.

“Brasília eu fui campeão do Circuito da Mizzuno, revezamento, campeão Circuito Adidas, campeão da Meia Maratona das Pontes, sem contar os pódios de segundo, terceiro e quarto lugar porque lá a gente tem bastante competições. Lá você está no centro, um pouco abaixo do rio e São Paulo, mas Brasília tem provas todo final de semana”, disse

CODOENSE ORGULHOSO

Hoje, Janilson, está completamente feliz e realizado com o que faz. Está em Codó passando rápidas férias. Veio compartilhar deste momento com amigos e parentes que aqui deixou.

“Graças à Deus tô sempre presente aos pódios e eu quero compartilhar essa alegria com todo o povo de Codó porque eu amo essa cidade e carrego esse nome, tenho orgulho e faço questão de falar que sou de Codó”, afirmou

CONSELHO AOS JOVENS

Para os jovens que sonham se destacar por meio do esporte, Janilson Azevedo deixou um conselho que inclui também aqueles que podem ajudar adolescentes a realizarem seus sonhos esportivos e profissionais.

“Todo adolescente, todo jovem já tem o seu sonho, o que eles precisam é de um empurrão, de alguém que possa ajudar, incentivar e que eles mesmos possam alimentar esse sonho dentro deles para que ele possa crescer na sua vida profissional”, concluiu.

Fonte: Blogdoacelio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário sobre a matéria acima.