sábado, 18 de janeiro de 2014

Fabril é o campeão codoense de futebol 2013

Fabril: campeão codoense de futebol 2013
Com um segundo tempo que durou 50 minutos, quase interminável para os tricolores, o Fabril sagrou-se campeão do Campeonato Codoense de Futebol versão 2013 em cima do aguerrido Santana. Apertadamente o placar ficou em 1 a zero, gol feito por Rivelino.

De acordo com informações da equipe 730, da rádio Eldorado AM, que fez uma excelente cobertura de todo o campeonato, há 21 anos o Fabril não vencia o municipal da primeira divisão.

O campeão contou com um reforço especial – Jackson, um de seus maiores expoentes, quem nem fazia mais ideia de há quanto tempo o time que o projetou para todo o Brasil não vencia.

“Nem sei quanto faz, 21 anos? bastante tempo, bastante tempo e eu fico mais contente ainda da gente ter vindo ajudar e ser campeão, junto com a meninada aí conseguir ser campeão…MAIS UM TÍTULO PARA O CURRÍCULO? Mais um para o currículo”, disse ele ao repórter Adalberto Miranda

Rivelino, autor do gol que deu o título ao tricolor, completou. “acho que o grupo mereceu”. O jogador André foi ainda mais sucinto “Quem trabalha Deus ajuda”.

Falaram ainda pelo time o presidente da Câmara, vereador Chiquinho do Saae, e o secretário de Infraestrutura, Márcio Esmero. Ambos fazem parte da equipe que tocou o Fabril nesta temporada.

“Praticamente quase 16 anos que estou a frente do Fabril e hoje juntamente com Márcio Esmero, toda essa turma que ajudou o Fabril a chegar aqui, toda essa equipe de trabalho, Gato Preto, todo mundo (…) o resultado foi apertado, mas a gente conseguiu esse título pra gente uma coisa inédita, como vocês disseram”, disse Chiquinho emocionado e comemorando.

Esmero, de 36 anos de idade, chegou a afirmar que ainda era menino quando viu seu time do coração ser campeão.

CRITICADO

O secretário de Saúde, Cláudio Paz, foi entrevistado, mas quando deixou o microfone foi criticado pela equipe por não ter dado apoio à competição.

O SAMU nunca chegava na hora certa, as vezes nem aparecia nas partidas. “Foi tudo muito bom, mas a secretaria dele não contribuiu muito não”, criticou Edinaldo Silva, endossado por Pedrinho Filho.

Zito prometeu reformar todo o Estádio René Bayma ainda no seu governo, quando questionado sobre a deficitária iluminação atual.

Houve premiação para os destaques:
Artilheiro – Jean Maranhense, recebeu R$ 500, mais troféu (7 gols)
Goleiro campeão da competição – Evandro (Fabril), R$ 500,00 mais troféu

Exatamente 1.444 torcedores pagaram ingresso para ver a partida final do campeonato 2013, 104 entraram de ‘gaiato no navio’. A renda do jogo foi R$ 7.220,00. O Fabril recebeu, além do troféu e medalhas, a quantia de R$ 6.000,00 em dinheiro como prêmio.

Fonte: Blog do Acélio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário sobre a matéria acima.