segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

XXVIII Corrida Rústica e Ciclísta de São Sebastião foi um sucesso

Corrida de São Sebastião 2017: ciclismo
A primeira missão da Superintendência de Esportes de Codó, foi cumprida com êxito, pois a XXVIII Corrida de São Sebastião foi um sucesso. Realizada na sexta, 20/01, pela manhã, na Avenida Santos Dumont, contou com a participação de corredores e ciclistas de outras cidades e estados. Teve ainda uma excelente presença de público que prestigiou e torceu pelos atletas. Outro ponto positivo foi a presença do atleta olímpico, o codoense José Carlos Moreira, Muitos estudantes e Professores de Educação Física participaram como voluntários, na organização do evento. Vereadores, Secretários, o Ex-Prefeito Zito Rolim e o atual, Francisco Nagib, fizeram parte do início ao fim do cerimonial de premiação.

Formaram os pódios nas corridas de ciclismo, os seguintes atletas:


CICLISMO ELITE MASCULINO

1º Lugar: Leandro Rabelo da Costa - Pacajús-CE - 1h 28´33´´

2º Lugar: Ageu Ferreira da Silva Filho - Bragança-PA - 1h 28´35´´

3º Lugar: Domingos Renilson de O. dos Santos - Codó-MA - 1h 28´37´´


CICLISMO CODOENSE MASCULINO

1º Lugar: Domingos Renilson de O. dos Santos - Codó-MA - 1h 28´37´´

2º Lugar: Paulo Roberto dos Santos Trovão

3º Lugar: José Cardoso de Sousa Filho

CICLISMO ELITE FEMININO

1º Lugar: Keyla - São Luís - 36’42´´

2º Lugar: Amanda – Paragominas – 37´44´´

3º Lugar: Ana Beatriz - Gurupi - 40´09´´


CICLISMO CODOENSE FEMININO

1º Lugar: Sheyla Cristina

2º Lugar: Maria Joana

3º Lugar: Laila Lima


Na corrida rústica os primeiros colocados das diversas categorias foram:


ELITE MASCULINO

1º Lugar: Adelson Rodrigues – Barão de Grajaú – 24´46´´

2º lugar: Josimar Silva – Caxias-MA – 24´50´´

3º lugar: Ademilson Correia – Rosário – MA – 25´28´´


ELITE FEMININO

1º lugar: Larisse Sousa – Caxias-MA – 30´14´´

2º lugar: Cleudilene Santos – Pedreiras-MA – 30´42´´

3º lugar: Maria Regina – Tremebé-SP – 30´52´´


VETERANO MASCULINO

1º lugar: Raimundo Nonato – Teresina-PI – 26´02´´

2º lugar: Raimundo Ferreira – Senador da Rocha – 28´03´´

3º lugar: Antonio Nonato – São Luís-MA – 28´14´´


VETERANO FEMININO

1º lugar: Maria Rosilda – Caxias-MA 40´06´´

2º lugar: Maria de Fátima – Teresina-PI – 33´35´´

3º lugar: Edileuza Almeida – Codó-MA – 55´17´´


CODOENSE MASCULINO

1º lugar: José Santana – 27´53´´

2º lugar: Luís Alves – 28´17´´

3º lugar: Jamilson Azevedo – 28´34´´


CODOENSE FEMININO

1º lugar: Bárbara Costa – 43´46´´

2º lugar: Anderline Quintanilha – 44´09´´

3º lugar: Mayana Santos – 54´44´´


VETERANO CODOENSE

1º lugar: Sebastião Salazar – 29´59´´

2º lugar: Clemilton Freitas – 31´55´´

3º lugar: José Francisco – 33´35´´

Os três primeiros colocados de cada prova foram premiados com medalhas e dinheiro.

Fonte: Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

domingo, 15 de janeiro de 2017

Primavera perde nos pênaltys e conquista o vice campeonato de futsal de Bacabal 2017

Primavera: vice campeão da Copa Bacabal de Futsal Feminino 2017
As equipes codoense que viajaram na sexta, 13/01, para representar Codó na II Copa Intermunicipal de Futsal Feminino de Bacabal, fizeram bonito, mesmo com toda a dificuldade pra conseguir o transporte e a taxa de inscrição.

O evento foi disputado por sete equipes, divididas em dois grupos:

- Grupo A

MAC (Bacabal)
Top Dez (Presidente Dutra)
Primavera (Codó)
Athenas (São Luís)

- Grupo B

Batata Mix (Bacabal)
B-11 (Codó)
AFEL (Centro Novo)

A equipe do Primavera que quase não conseguiu viajar por falta de transporte, resolveu de última hora, levar duas goleiras e cinco jogadoras de linha em dois carros pequenos, para poder honrar o compromisso de participar do evento, fez muito bonito. Venceu na primeira fase o Athenas por 4x3 e o MAC por 5x3, empatando com o Top Dez em 5x5. Na semifinal venceu o AFEL por 3x1. Na final fez um jogo emocionante com o time da casa (MAC), terminnando 4x4 e perdendo nos pênaltys. Ficando assim com o vice-campeonato, ganhando 1000 reais, deduziu 300 da inscrição e com o restante conseguiu pagar o transporte e comprar um lanche para as atletas.

B-11 em Bacabal 2017
O B-11 que tinha 600 reais em caixa, obtido em competições anteriores, não teve a mesma sorte. Perdeu na estréia por 5x1 para o Batata Mix, recuperando-se em seguida quando venceu o AFEL por 7x3. Porém na semifinal, perdeu para o MAC por 4x2 e voltou para Codó com um prejuízo de 900 reais (600 reais da Van + 300 reais da inscrição).

Temos que tirar o chapéu para estas duas equipes e seus treinadores, que praticamente tiram do bolso para poder representar Codó no futsal feminino. Esperamos a sensibilização da iniciativa privada e do novo governo municipal, para que possam apoiar  estas e outras equipes nos próximos eventos (São João dos Patos, Pedreiras, Barra do Corda...)

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

B-11 e Primavera viajam para representar Codó na II Copa Bacabal de Futsal Feminino 2017



As equipes codoenses: B-11, Primavera e  F10 Sports, receberam o convite para participar da "II Copa Intermunicipal de Futsal Feminino de Bacabal". Ambas equipes já haviam participado da Primeira Edição da Copa Bacabal.
A equipe do B-11 fretou uma Van no valor de 600 reais e estará viajando às 19 horas, com um elenco forte e experiente, chegará como um dos favoritos ao título.
Arquivo do Blog: B-11

O time do Primavera fretou dois carros pequenos e estará viajando com um elenco reduzido, mas com chances de chegar ao título.
Arquivo do Blog: Primavera

O F10 Sports não conseguiu o transporte e não participará este ano.

A competição acontecerá nos dias 14 e 15 de janeiro, na quadra da Cohab de Bacabal. A premiação será de 2.000 reais para a campeã e 1.000 reais para a vice-campeã. Cada equipe pagará a taxa de inscrição de 300 reais, com direito à alojamento e alimentação.

Após este torneio, o futsal feminino codoense estará aguardando a realização do campeonato codoense 2016, que não foi realizado ano passado.


Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude de Codó se reune com Professores de Educação Física

Equipe técnica da Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude de Codó
Hoje, 09/01, às 18 horas, no auditório da praça da Juventude, no Bairro Vereda, a Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude de Codó, que tem a frente Clodomir Goiabeira Júnior, recebeu os Professores de Educação Física da rede pública e privada. Foram debatido os seguintes pontos:

- Apresentação da equipe da Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude: Goiabeira Júnior, Arcelino Martins, Jackson Passos, José Basílio, Josilda Oliveira, Felipe e Regivaldo;

- Apresentação do plano de ação dos primeiros 100 dias de atuação da Superintendência: Corrida rústica e ciclística de São Sebastião, Copa Escolar Mirim, Infantil e Infanto e Copa Interbairros de Futebol.

Professores de Educação Física da rede púbica e privada de Codó
- Manifestação dos Professores de Educação Física: todos os Professores presentes puderam expor suas dificuldades na utilização dos espaços físicos destinados à prática da disciplina Educação Física e treinamento de modalidades visando os Jogos Escolares.

Após as manifestações de todos os Professores de Educação Física e componentes da Superintendência de Esporte, Goiabeira Júnior fez suas considerações finais, agradecendo a presença de todos, e prometendo fazer todo o esforço possível para apoiar todos as modalidades esportivas, bem como buscar junto ao Prefeito a viabilização de construção de novos ginásios e de uma pista de atletismo. Sendo aplaudido ao final da sua fala.

Todos os Professores de Educação Física saíram contentes com o que escutaram e por poderem se manifestar, para junto com Superintendência, buscar soluções para alavancar as modalidades esportivas escolares a níveis: municipal, regional, estadual e nacional.

A Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude, agendou para amanhã, às 09:00 horas, no mesmo auditório, uma coletiva com a imprensa (blogs, rádios, tv´s...), para de maneira mais detalhada informar as ações do primeiros cem dias de gestão, bem como a apresentação de sua equipe técnica.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

XXVIII Corrida de São Sebastião será a primeira missão da Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude em 2017

Como nos anos anteriores, a Corrida ciclística e rústica de São Sebastião abre o calendário de atividades esportivas em Codó. Desta vez será a 28º edição, no dia 20 de janeiro e terá a organização da Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude, que é atrelada à Secretaria de Governo da Prefeitura Municipal de Codó.

Este ano a Prefeitura Municipal está disponibiiizando em seu site, o regulamento e a inscrição online, no link: http://www.codo.ma.gov.br/portal/2017/01/09/28a-corrida-de-sao-sebastiao/.

A premiação será a seguinte

CORRIDA RÚSTICA MASCULINO ELITE
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
1.000,00 
1
600,00 
1
300,00
1
CORRIDA RÚSTICA FEMININO ELITE
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
1.000,00 
1
600,00 
1
300,00
1
MELHOR CODOENSE MASCULINO
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
300,00 
1
200,00 
1
MELHOR CODOENSE FEMININO
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
300,00 
1
200,00 
1
VETERANO MASCULINO, ACIMA DE 40 ANOS
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
500,00 
1
300,00 
1
200,00
1
VETERANO FEMININO, ACIMA DE 40 ANOS
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
500,00 
1
300,00 
1
200,00
1
CORRIDA CICLÍSTICA MASCULINO ELITE 
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
2.000,00 
1
1.000,00 
1
500,00
1
CORRIDA CICLÍSTICA FEMININO ELITE
COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
2.000,00 
1
1.000,00 
1
500,00
1
Melhor Codoense
400,00
1
CORRIDA CICLÍSTICA MASCULINO CODOENSES 

COLOCAÇÃO 
PREMIAÇÃO 
PLACA 
1.000,00 
1
500,00 
1
300,00
1

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI



sábado, 7 de janeiro de 2017

Técnicos escolhem as melhores do futsal feminino codoense de 2016

Após o encerramento da temporada 2016 de futsal feminino em Codó, os técnicos das equipes escolheram as melhores dos ano.
Equipe verde: Luana, Noélia, Patrícia, Domingas, Bhrenda, Gisla e Zielma

A idéia do evento foi do estudante de Educação Física, Cícero Alves, e teve a partcipação das equipes adultas: B-11, Primavera, F-10 Sports, MEC, Esporte Vitória e CR7.
Nathália, Dirla, Carmem, Antonia, Denise, Nágila e Tetéia

No final de 2016 os técnicos das sete equipes participantes escolheram 3 jogadoras de cada equipe para o jogo festivo que aconteceu ontem, 06/01/2017, às 18 horas, no ginásio Carlos Fernando, quando cada técnico votou em uma jogadora por posição e ao final dos votos as melhores de 2016 foram:

- Goleira: Carmem (Esporte Vitória)

- Fixa: Nágila (B-11)

- Ala direita: Patrícia (Primavera)

- Ala esquerda: Bhrenda (B-11)

- Pivô: Noélia (MEC)

- Atleta Revelação: Tetéia (Primavera)

Fredson, Crhistiano, Regivaldo, Batista, Cícero, Goiabeira Júnior, Rafael, Artenisa, Cleide, Paulo e Betinho

O Evento festivo marcou também a primeira aparição pública oficial do novo Superintendente de Esportes, Goiabeira Junior, que afirmou que a Superitendência de Esportes dará todo apoio necessário ao futsal feminino, bem como aos demais esportes. Júnior, aproveitou a oportunidade para convocar todos os Professores de Educação Física da rede pública e privada a comparecerem na segunda, 09/01, às 18 horas, no Anfiteatro da Praça da Juventude, no Vereda, com o objetivo da apresentação da nova equipe técnica da referida pasta do esporte e da formulação do calendário anual de utilização dos ginásios pelas escolas.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Campeonato Maranhense de Handebol Masculino 2016 teve dobradinha codoense

2016 foi o ano do Hollanda, equipe codoense de handebol adulto masculino e feminino. Após ficar em 5º na Liga Nacional e conquistar muitos títulos, fechou 2016 conquistando o Campeonato Maranhense Masculino e Feminino. 
Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó: campeão maranhense de handebol 2016
A temporada 2016 do Campeonato Maranhense de Handebol já entrou para a história da competição, especialmente pelo novo formato de disputas, recorde de inscrições e duelos emocionantes na grande final com equipes de todo o Maranhão. Para conhecer os campeões das 3 categorias (infantil, infanto e adulto) foi montada uma maratona de jogos que começou na sexta-feira (16) e terminou no domingo (18), com rodadas simultâneas em três ginásios: Ipem – Calhau, Apae e Castelinho.
Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó: campeão maranhense de handebol 2016
O ginásio Castelinho recebeu os jogos da categoria adulta (feminino e masculino). No domingo (18), pela manhã, o Moto Handebol (bicampeão da Etapa São Luís) disputou o 2º turno contra o Hollanda M. de Nassau de Codó. Em jogo disputado ponto a ponto, o Hollanda venceu por 19 a 18, garantindo a vaga para a grande final do torneio. Na decisão, que ocorreu no mesmo dia pela tarde, o Hollanda de Codó enfrentou a equipe Graça Aranha de Imperatriz (vencedora do 1º turno) e faturou o título geral da competição, vencendo por 28 a 11.
No masculino, mais um confronto digno de um clássico do handebol. Em disputa emocionante, o São Luís HC (campeão do 2º turno Etapa São Luís) venceu o Hollanda M. de Nassau por um gol de diferença (25 a 24). Dessa forma, a equipe de São Luís provocou o segundo jogo contra os codoenses (equipe campeã do 1º turno geral, realizado em Imperatriz). E logo após a final do feminino, os dois times retornaram à quadra. Mas o cansaço era nítido dos dois lados. E dessa vez, o Hollanda conseguiu vencer o São Luís HC por 25 a 13, ficando com mais um título.
Grandioso e inédito. Essas palavras resumem o torneio que neste ano contou com um novo formato, reunindo atletas de todo o Maranhão. Foram 4 meses de disputas, recorde de inscrições, 88 equipes, totalizando 1.300 atletas nas 4 regionais (Cocais, Tocantina,  Central e São Luís); 305 jogos nas 3 categorias (infantil, infanto, adulto) feminino e masculino; mais de 4 toneladas de alimentos arrecadados e 10 instituições sociais beneficiadas.
img-20161218-wa0018
Hollanda feminino em ação no ginásio Castelinho
O Campeonato Maranhense de Handebol tem o patrocínio do Governo do Estado do Maranhão e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.
CATEGORIAS INFANTIL E INFANTO
Tradição no handebol Maranhense, a escola Barbosa de Godois foi a que mais faturou  títulos, dominando as categorias de base. Com as equipes do infantil (feminino e masculino), o Barbosa de Godois, bicampeão da Etapa São Luís , foi campeão geral nessas categorias. O Audax – Ma ficou com o vice-campeonato.
Já no infanto feminino, a equipe ‘Jovens Liceu’ ficou com o título, seguida pela Arteceb de Imperatriz. Este ano,  a equipe do Liceu também  foi campeã invicta dos Jogos da Juventude. Com a vitória, o Liceu colocou o Maranhão na segunda divisão desse torneio nacional. No masculino, AESF/PM foi o grande campeão e o Barbosa de Godóis ficou com o vice-campeonato. VEJA ABAIXO TABELA DE RESULTADOS
RESULTADOS FINAIS CAMPEONATO MARANHENSE DE HANDEBOL 2016

CATEGORIA INFANTIL

Feminino
1º Barbosa de Godois
2º Audax – MA
Masculino
1º Barbosa de Godois (São Luís)
2º Audax – MA (São Luís)
CATEGORIA INFANTO

Feminino
1º Jovens Liceu (São Luís)
2º Arteceb (Imperatriz)
Masculino1º AESF/PM (São Luís)
2º Barbosa de Godois
CATEGORIA ADULTA

Feminino1º Hollanda GHC/ Maurício de Nassau (Codó)
2º Graça Aranha (Imperatriz)
Masculino
1º Hollanda GHC/ Maurício de Nassau (Codó)
2º São Luís HC (São Luís)
Fonte:Maranhão Esporte

domingo, 1 de janeiro de 2017

No último dia de 2016, Cristo Rei é campeão codoense de handebol

Final feminina: Cristo Rei x Olympus
Com organização da LICOHAND (Liga Codoense de Handebol), que tem como presidente o Professor de Educação Física, De Assis, aconteceu na última semana de 2016 o Campeonato Codoense de Handebol Adulto, masculino e feminino, no ginásio Carlos Fernando.

Pelo que pude apurar, o handebol codoense que já não tem muitos campeonatos locais e nem muitas equipes permanentes, ainda tem problemas de equipes e seus representantes com a LICOHAND e vice-versa, fazendo com o que o esporte não evolua em nossa cidade.

Algumas equipes não participaram do campeonato, pois alegaram que na primeira reunião ficou decidido por todas uma forma de disputa e a LICOHAND não cumpriu. O certo é que o campeonato foi realizado com as equipes: Cristo Rei, Olympus, Polegar e CHC no feminino, e Cristo Rei, CHC, IFMA e Polegar no masculino.
Cristo Rei: campeão codoense 2016

A equipe do Cristo Rei, que reforçou suas equipes com atletas de Caxias, conseguiu manter regularidade na curta competição e sagrouse-se campeã codoense masculino e feminino, despontaando com o projeto de desenvolver o handebol nas categorias: mirim, infantil, infanto e adulto, dando assim continuidade aos atletas e tornando a equipe permanente, o que já é feito pelo Colégio Batista e está iniciando no Colégio Olympus.
Cristo Rei: campeão codoense de handebol 2016

Árbitros: Almeida, De Assis e Renato
Apesar do esforço do presidente, De Assis, que atuou como organizador e árbitro, a competição não teve a dimensão que um campeonato codoense deveria ter. Primeiramente a participação de poucas equipes. Depois o fato de não haver divulgação e nem torcida, pois praticamente só os atletas ficavam na arquibancada aguardando seus jogos, além do fato do ginásio ficar  com acesso apenas pelo portão dos atletas, evitando assim que alguém pudesse assistir aos jogos. Nem mesmo troféus ou medalhas foram entregues, pois segundo o presidente, um representante de uma secretaria da gestão anterior prometeu tal premiação e um político prometeu um jantar com todas as equipes, o que pode ser que ainda aconteça. Fica de positivo o empenho dos técnicos e atletas que apesar de estarem competindo na véspera do ano novo, cumpriram com suas obrigações e fizeram o seu melhor.

Tenho escrito muito sobre o handebol codoense, desde as conquistas em competições escolares do Colégio Batista, até às nacionais do Hollanda. Creio que um entendimento entre representantes de equipes e LICOHAND e apoio da nova gestão esportiva municipal, poderão elevar o handebol codoense a um bom nível municipal, regional, estadual e nacional.

Há dois anos e meio atrás, escrevi neste mesmo blog, um artigo: handebol codoense: desaparecer ou renanscer? Eis a questão!. Vejo que pouca coisa mudou em muito tempo. Torço para que em 2017, o handebol e os demais esportes alavanquem, oportunizando a prática á população em geral, desde os alunos de educação física, até competições do mirim ao master. Promovendo o lado social, evitando assim que nossos jovens ingressem no mundo das drogas, crimilidade e prostituição; o lado saudável, evitando desde obesidade infantil até o sedentarismo de maneira geral; e o lado competitivo, promovendo competições e equipes fortes e organizadas, para representarem bem nossas instituições e nossa cidade.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI


sábado, 24 de dezembro de 2016

Como será o Esporte Codoense a partir de 2017?

As perguntas mais frequentes que se escuta desde que Fracisco Nagib foi eleito prefeito, relacionadas ao esporte, são: Quem será o secretário? Ainda haverá Secretaria de Desportos e Lazer? Terá campeonato codoense de futebol? Codó participará do campeonato maranhense de futebol? Os esportes de quadras terão competições organizadas pela SEDEL? Vão continuar com os Jogos Escolares Codoenses? As equipes das mais variadas modalidades esportivas vão receber ajuda de transporte para participar de torneios intermunicipais, estaduais e interestaduais? O atletismo terá o apoio para local de treinamento e logística de viagem, para continuar participando de norte-nordeste e campeonatos brasileiros?...

Sem dúvida, são muitas perguntas e dúvidas. Mas, como tenho repetido inúmeras vezes a colegas de profissão e desportistas em geral, a expectativa é a melhor possível. Primeiramente, como já é de conhecimento de todos (extra-oficialmente), quem responderá pela pasta do Esporte Codoense, será Junior Goiabeira. Desportista que atuou muitos anos pela ONG Plan, onde dentre muitos projetos trabalhou com o de Futebol Feminino. É sem dúvida um nome de respaldo e tem tudo para fazer um excelente trabalho em prol do esporte codoense. Se dará certo ou não, só o tempo dirá!

Ao que tudo indica a Secretaria de Desportos e Lazer, passará a ser um Departamento ou Superintendência, agregada à secretaria de Governo (como foi noticiado no Blog do Acélio), o que não muda nada, haja vista a SEDEL nunca teve dotação orçamentária, e para realizar qualquer evento, sempre teve que recorrer direto ao prefeito.

Imagina-se que a SEDEL dará apoio à Liga Codoense de Futebol (LICOF), que ficará responsável pela organização do futebol codoense como um todo.

Provavelmente, o novo Secretário (Superitendente ou Diretor) trabalhará com Departamentos, como por exemplo: Desporto Escolar, Alto Rendimento e Atividades de Lazer, onde terá um profissional respondendo por cada setor.

Os Jogos Escolares sempre foram o "carro-chefe" da Secretaria de Desportos e Lazer, com toda dotação orçamentária vindo da Secretaria de Educação, em todas as fases: municipal, regional e estadual. Creio que haverá melhorias tanto no planejamento como na execução dos anuais e esperados JECO´s, pois a não realização dos mesmos, seria como dar um "tiro no pé".

A respeito do apoio logísitico de transportes para equipes codoenses representarem Codó em competições de finais de semana, em outros municípios e estados, nas modalidades: futsal, handebol, voleibol, basquetebol, futebol, atletismo, badminton, lutas... Creio que haverá entendimentos entre as pastas, para que se melhore a participação das equipes codoenses em tais eventos.

Então amigos desportistas, amantes do esporte da nossa querida Codó. O que se espera é que o calendário antes executado pela SEDEL, seja mantido, e acrescentado de competições de modalidades esquecidas pelas antigas gestões, como: voleibol, handebol, basquetebol, futsal, atletismo, ciclismo, badminton, tênis de mesa, lutas, dentre outros. E que Projetos como "Segundo Tempo" e muitos outros disponíveis pelo Governo Federal, possam enfim, sair do papel e sejam executados, proporcionando oportunidades de trabalho em forma de bolsas à estudantes de Educação Física, e lazer e esporte para a comunidade de maneira geral.

Ao que tudo indica,  a imprensa (rádio, televisão, blogs) terá mais proximidade à nova gestão esportiva e sem privilégios. Algo que parece bastante salutar, pois nestes últimos anos, para divulgarmos alguma realização da SEDEL, precisaríamos ir atrás e às vezes ainda nãos nos era fornecido o material, em contrapartida, tivemos durante muitos anos, um canal de TV ligado à Prefeitura e um Programa Esportivo, que no início tinham três apresentadores, depois dois e atualmente só o colega Hélcio Costa, hoje denominado "Sport +" que mostra tudo, menos as competições realizadas em Codó, algo que também espero que melhore, pois acho mais viável mostrar o que acontece com nosso esporte local do que repassar matérias nacionais que vemos na Globo, Band, Sportv, ESPN, Fox...

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

domingo, 18 de dezembro de 2016

B-11 vence "II Torneio Relâmpago" de Futsal Feminino 2016

Durante todo o dia de hoje (18/12), seis equipes de futsal feminino codoense, disputaram o "Torneio Relâmpago", no ginásio Carlos Fernando.

B-11: Campeão do "II Torneio Relâmpago 2016"
Os jogos transcorreram dentro da normalidade, com muitos gols e bons jogos. A grande final foi disputada por B-11 e Primavera, que prorporcionaram um bom e equilibrado jogo, que acabou em 1x1. A decisão foi para os pênaltys e o B-11 venceu por 3x1, conquistando mais um título, fechando 2016 como a melhor equipe codoense de futsal feminino.

O evento foi organizado pelo treinador do CR7, Cristiano, que estabeleceu uma taxa de inscrição de 100 reais, com a premiação de 400 reais para o campeão e 200 reais para o vice, além de troféus patrocinados pelo próprio organizador.

Conheça abaixo o perfil das equipes participantes.


- B-11: conquistou recentemente a Copa Vereda e tem um elenco muito experiente e unido. Técnico: Betinho.

- F10 Sports: conquistou recentemente a Copa UFMA e vem com um elenco mesclado de alunas-atletas infantis e infanto do Colégio Olympus, com ex-alunas-atletas. Técnico: Fredson Ricardo

- Primavera: equipe mais tradicional do futsal feminino de Codó. Sempre chega nas finais. Técnico: Antonio Batista.

- Rivercampeão codoense 2015. Passa por um processo de reestruturação. Técnico: Lukas

- Esporte Vitória: equipe que mais evoluiu  neste ano. Corre atrás de seu primeiro título. Técnico: Paulo

- MEC: conquistou esta semana o "Torneio Beneficente",  Técnico: Nenzão.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

sábado, 17 de dezembro de 2016

Torneio Relâmpago de Futsal Feminino agitará o domingo no ginásio Carlos Fernando

Durante todo o dia de amanhã (18/12), sete equipes de futsal feminino codoense, estarão disputando o "Torneio Relâmpago", no ginásio Carlos Fernando.

O evento será organizado pelo treinador do CR7, Cristiano, que estabeleceu uma taxa de inscrição de 100 reais, com a premiação de 500 reais para o campeão e 200 reais para o vice.

Conheça abaixo o perfil de cada equipe.

MEC

- MEC: conquistou esta semana o "Torneio Beneficente",  Técnico: Nenzão.

- B-11: conquistou recentemente a Copa Vereda e tem um elenco muito experiente e unido. Técnico: Betinho.

- F10 Sports: conquistou recentemente a Copa UFMA e vem com um elenco mesclado de alunas-atletas infantis e infanto do Colégio Olympus, com ex-alunas-atletas. Técnico: Fredson Ricardo

- Primavera: equipe mais tradicional do futsal feminino de Codó. Sempre chega nas finais. Técnico: Antonio Batista.

- River: campeão codoense 2015. Passa por um processo de reestruturação. Técnico: Lukas

- Esporte Vitória: equipe que mais evoluiu  neste ano. Corre atrás de seu primeiro título. Técnico: Paulo

- CR7: equipe mais recente do futsal codoense. Tem a base do infanto de Polegar e Renê Bayma. Técnico: Cristiano.

A competição ficou dividida em dois grupos: A - F10 Sports, River, Primavera e MEC; B - CR7, Esporte Vitória e B-11.

A sequência de jogos ficou a seguinte:

- 08:00 horas: F10 Sports x River
- 08:40 horas: CR7 x Esporte Vitória
- 09:20 horas: Primavera x MEC
- 10:00 horas: B-11 x Esporte Vitória
- 10:40 horas: F10 Sports x Primavera
- 11:20 horas: MEC x River
- 12:00 horas: B-11 x CR7

Almoço

- 14:00 horas: F10 Sports x MEC
- 14:40 horas: River x Primavera

Semifinais

- 15:20 horas: 1º A x 2º B
- 16:00 horas: 2º A x 1º B

Final

- 16:40 horas: Vencedor da semifinal 01 x Vencedor da semifinal 02.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Torneio Beneficente de Futsal e Handebol 2016 foi um sucesso

Muitas crianças carentes de Codó, irão passar o Natal com um brinquedo, pois o "Grupo de Casais", "Mengão Sem Frescura" e "Nação Fla Codó", árbitros, treinadores e atletas, liderados pelo desportista Augusto Braga (Gutin) arrecadaram centenas de brinquedos no "Torneio Beneficente Natal com Brinquedo".

O Evento foi realizado no ginásio Carlos Fernando, no período de 13 a 16 de dezembro, nas modalidades de futsal e handebol, masculino e feminino. Neste período, das 18 às 23 horas, o ginásio esteve sempre com um bom público, prestigiando e colaborando com a campanha.

A inscrição de cada equipe foi no mínimo de 10 brinquedos. Os árbitros e mesários fizeram seus trabalhos gratuitamente, em prol das crianças carentes de Codó.

Após quatro dias de competições, a classificação ficou assim:


Futsal Feminino
MEC: campeão do futsal

campeão: MEC
vice: Primavera
terceiro: B-11
quarto: F10 Sports
quinto: CR7


Futsal Masculino
Engemar: campeão do futsal

campeão: Engemar
vice: Olympus
terceiro: Esporte Vitória
quarto: Aeroporto


Handebol Feminino
Codó Handebol: campeão do handebol

campeão: Codó Handebol
vice: Amigas do GHC
terceiro: GHC Batista
quarto: Cristo Rei


Handebol Masculino
Unidos pelo GHC: campeão do handebol

campeão: Unidos pelo GHC
vice: GHC Batista
terceiro: IFMA
quarto Central
quinto: Cristo Rei

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Atletas codoenses conquistas seis medalhas de ouro no maranhense de Jiu-Jitsu

img-20161128-wa0066
Aconteceu no dia 11 de dezembro, no ginásio Castelinho, em São Luís, a 4ª e última etapa do Campeonato Maranhense de Jiu-Jitsu, O evento foi aberto para todos os atletas das idades de Pré-Mirim a Master, masculino e feminino, e de todas as categorias de peso e faixa.
Mais uma vez, a cidade de Codó foi muito bem representada em um certame de grande visibilidade. Os atletas codoenses da equipe DELARIVA – CASA DA LUTA mostraram que continuam bem preparados e desenvolvendo um trabalho consistente em todas as categorias.
Tendo conquistado muitos pódios no 1º Campeonato Interno de Jiu-Jitsu, no Ginásio Carlos Fernando, em Codó, no dia 27 de novembro, a equipe DELARIVA – CASA DA LUTA chegou bem motivada para a quarta e derradeira etapa do estadual de Jiu-jitsu.
Dos dez atletas enviados pela CASA DA LUTA para a competição, seis conquistaram o ouro, dois a prata e dois o bronze. Parabéns a todos os atletas e orientadores!
Parabéns CASA DA LUTA!!!
Ascom – ReaderOnline.
Fonte: Codó Notícias