sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Codoense concorre ao Troféu Mirante 2012

Foto: Fredson Ricardo: Mireya (blusa preta) recebendo instruções do técnico Arcelino nos JECO´s 2012
Mireya Louise da Silva Mota foi descoberta numa aula de educação física, na escola Batista, por aquele que hoje é seu orgulhoso treinador, Arcelino Martins.

“Eu percebi que ela era diferente, que ela pisava no chão mais leve que os outros alunos, percebi que ela tinha talento para o atletismo, aí eu a convidei para fazer uns testes, não disse que ela ia treinar de cara não”, explicou Arcelino

Já Mireya Louise foi se descobrindo a partir do trabalho feito na pista de atletismo do estádio René Bayma e, claro, nas competições de nível estadual que se tornaram cada vez mais frequentes na vida dela. Para ela, foi um processo de descoberta lento, o que nada tem a ver com a velocidade dela nas competições.

Com esta jovem que acabou de completar 16 anos dá pra andar assim lado a lado só pedindo informação sobre a vida, os hábitos, as competições. Porque se ela dispara, ninguém alcança.

E foi assim por onde passou em 2012:

 Campeonato Maranhense Juvenil – 1º lugar nos 100 metros rasos
 Campeonato Maranhense Menor – 1º lugar nos 100 e nos 200 metros
 A mesma façanha no JEM’s
 E ela ainda deixou a turma só no vento no Troféu Norte/Nordeste de Atletismo realizado em Fortaleza, Ceará – foi a mais veloz nos 100 e segunda colocada nos 200 por causa da uma contusão.

“12 segundos, 63 centésimos mais ou menos…ISSO É BOM? É muito bom, é o tempo em que ela foi campeã do Norte Nordeste”, lembrou o treinador

Perguntamos sobre de onde vem tanta velocidade, no que respondeu:

“explicar eu não sei, mas eu acho que é o resultado de muito treino, treino, treino e paciência com o treinador”, disse Mireya

INDICAÇÃO AO TROFÉU MIRANTE

Senhoras e senhores esta codoense também é bi-campeã dos JEM’S, duas vezes, consecutivas, destaque do atletismo dos Jogos Escolares Maranhenses e figurou entre as 16 melhores atletas do Brasil. Acabou, com tanta moral assim, indicada ao Troféu Mirante.

O treinador se surpreendeu e saiu espalhando.

“Nossos amigos do atletismo, do esporte, nós avisamos todo mundo, todo mundo entrou lá no site, o pessoal da escola, colégio Batista, e ‘tamo’ votando já que é pra votar, vamos votar na gente né”, afirmouÉ isso aí, desde então os dois estão na pista correndo em busca de votos, em menor velocidade, é claro, mas com a mesma vontade de trazer este troféu pra Codó.

www.sistemamirante.com/trofeumirante, clicar lá Mireya Louise, todo mundo votando, por favor me ajude a destacar Codó aí né, já que eu sou a primeira indicada nesses anos todos ao troféu Mirante”, pediu Mireya Louise que é filha do repórter esportivo, Pedrinho Filho.

A votação da 8ª edição do Troféu Mirante Esporte foi prorrogada até o dia 13 de janeiro. O evento acontecerá dia 17 de janeiro, no Teatro Arthur Azevedo, e premiará 23 atletas que se destacaram no ano de 2012 na modalidades: atletismo, automobilismo, badminton, basquetebol, beach Soccer, ciclismo, fisiculturismo, futebol, futsal, ginástica, handebol, jogo de damas, judô, jiu-jitsu, karatê, natação, surf, tênis de quadra, tênis de mesa, tiro esportivo, triathlon, vôlei e xadrez. Ao todo, estão concorrendo 69 atletas, 3 por modalidade, indicados pelas Federações.

VOTE NA MIREYA – www.sistemamirante.com/trofeumirante
Fonte: Blog do Acélio

Um comentário:

  1. Agradeço pelo apoio e reconhecimento das pessoas do Maranhão e principalmente dos codoenses, mas quero deixar claro para todos que não recebemos apoio e nem incentivos do município e da secretaria de esporte, prova disso é que os atletas ficaram fora de algumas competições por falta de transporte, ajuda de custo, e outras por falta de passagem aérea para uma atleta. Esperamos que em 2013 essa realidade e a mentelidade dos gonvernantes “prefeito, secretário e etc…” mude e mude pra melhor. Já tentaram proibir o treino de atletismo no estádio municipal Renê Bayma onde fica a pista de atletismo do município, alegando que os atletas que estão se destacando estudam em escola particular, agora fica a pergunta, o estádio não é público? os atletas das escolas particulares não são codoenses? onde estão os projetos do município que deveriam ser desenvolvidos através da secretaria de esporte para desenvolver o desporto educacional no município?
    Então caro leitores, entendam, passamos por tudo isso e vecemos por que somos o “atletismo Batista em Cristo mais que vencendor”!
    Que as autoridades ao tomarem conhecimento desse comentário verdadeiro, procurem mudar suas atitudes, que procurem trabalhar para melhorar essa triste realidade ao invés de tentar perseguir e prejudicar o esporte educacional!
    Arcelino Martins, treinador de atletismo!

    ResponderExcluir

Poste aqui seu comentário sobre a matéria acima.