24/12/2016

Como será o Esporte Codoense a partir de 2017?

As perguntas mais frequentes que se escuta desde que Fracisco Nagib foi eleito prefeito, relacionadas ao esporte, são: Quem será o secretário? Ainda haverá Secretaria de Desportos e Lazer? Terá campeonato codoense de futebol? Codó participará do campeonato maranhense de futebol? Os esportes de quadras terão competições organizadas pela SEDEL? Vão continuar com os Jogos Escolares Codoenses? As equipes das mais variadas modalidades esportivas vão receber ajuda de transporte para participar de torneios intermunicipais, estaduais e interestaduais? O atletismo terá o apoio para local de treinamento e logística de viagem, para continuar participando de norte-nordeste e campeonatos brasileiros?...

Sem dúvida, são muitas perguntas e dúvidas. Mas, como tenho repetido inúmeras vezes a colegas de profissão e desportistas em geral, a expectativa é a melhor possível. Primeiramente, como já é de conhecimento de todos (extra-oficialmente), quem responderá pela pasta do Esporte Codoense, será Junior Goiabeira. Desportista que atuou muitos anos pela ONG Plan, onde dentre muitos projetos trabalhou com o de Futebol Feminino. É sem dúvida um nome de respaldo e tem tudo para fazer um excelente trabalho em prol do esporte codoense. Se dará certo ou não, só o tempo dirá!

Ao que tudo indica a Secretaria de Desportos e Lazer, passará a ser um Departamento ou Superintendência, agregada à secretaria de Governo (como foi noticiado no Blog do Acélio), o que não muda nada, haja vista a SEDEL nunca teve dotação orçamentária, e para realizar qualquer evento, sempre teve que recorrer direto ao prefeito.

Imagina-se que a SEDEL dará apoio à Liga Codoense de Futebol (LICOF), que ficará responsável pela organização do futebol codoense como um todo.

Provavelmente, o novo Secretário (Superitendente ou Diretor) trabalhará com Departamentos, como por exemplo: Desporto Escolar, Alto Rendimento e Atividades de Lazer, onde terá um profissional respondendo por cada setor.

Os Jogos Escolares sempre foram o "carro-chefe" da Secretaria de Desportos e Lazer, com toda dotação orçamentária vindo da Secretaria de Educação, em todas as fases: municipal, regional e estadual. Creio que haverá melhorias tanto no planejamento como na execução dos anuais e esperados JECO´s, pois a não realização dos mesmos, seria como dar um "tiro no pé".

A respeito do apoio logísitico de transportes para equipes codoenses representarem Codó em competições de finais de semana, em outros municípios e estados, nas modalidades: futsal, handebol, voleibol, basquetebol, futebol, atletismo, badminton, lutas... Creio que haverá entendimentos entre as pastas, para que se melhore a participação das equipes codoenses em tais eventos.

Então amigos desportistas, amantes do esporte da nossa querida Codó. O que se espera é que o calendário antes executado pela SEDEL, seja mantido, e acrescentado de competições de modalidades esquecidas pelas antigas gestões, como: voleibol, handebol, basquetebol, futsal, atletismo, ciclismo, badminton, tênis de mesa, lutas, dentre outros. E que Projetos como "Segundo Tempo" e muitos outros disponíveis pelo Governo Federal, possam enfim, sair do papel e sejam executados, proporcionando oportunidades de trabalho em forma de bolsas à estudantes de Educação Física, e lazer e esporte para a comunidade de maneira geral.

Ao que tudo indica,  a imprensa (rádio, televisão, blogs) terá mais proximidade à nova gestão esportiva e sem privilégios. Algo que parece bastante salutar, pois nestes últimos anos, para divulgarmos alguma realização da SEDEL, precisaríamos ir atrás e às vezes ainda nãos nos era fornecido o material, em contrapartida, tivemos durante muitos anos, um canal de TV ligado à Prefeitura e um Programa Esportivo, que no início tinham três apresentadores, depois dois e atualmente só o colega Hélcio Costa, hoje denominado "Sport +" que mostra tudo, menos as competições realizadas em Codó, algo que também espero que melhore, pois acho mais viável mostrar o que acontece com nosso esporte local do que repassar matérias nacionais que vemos na Globo, Band, Sportv, ESPN, Fox...

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

18/12/2016

B-11 vence "II Torneio Relâmpago" de Futsal Feminino 2016

Durante todo o dia de hoje (18/12), seis equipes de futsal feminino codoense, disputaram o "Torneio Relâmpago", no ginásio Carlos Fernando.

B-11: Campeão do "II Torneio Relâmpago 2016"
Os jogos transcorreram dentro da normalidade, com muitos gols e bons jogos. A grande final foi disputada por B-11 e Primavera, que prorporcionaram um bom e equilibrado jogo, que acabou em 1x1. A decisão foi para os pênaltys e o B-11 venceu por 3x1, conquistando mais um título, fechando 2016 como a melhor equipe codoense de futsal feminino.

O evento foi organizado pelo treinador do CR7, Cristiano, que estabeleceu uma taxa de inscrição de 100 reais, com a premiação de 400 reais para o campeão e 200 reais para o vice, além de troféus patrocinados pelo próprio organizador.

Conheça abaixo o perfil das equipes participantes.


- B-11: conquistou recentemente a Copa Vereda e tem um elenco muito experiente e unido. Técnico: Betinho.

- F10 Sports: conquistou recentemente a Copa UFMA e vem com um elenco mesclado de alunas-atletas infantis e infanto do Colégio Olympus, com ex-alunas-atletas. Técnico: Fredson Ricardo

- Primavera: equipe mais tradicional do futsal feminino de Codó. Sempre chega nas finais. Técnico: Antonio Batista.

- Rivercampeão codoense 2015. Passa por um processo de reestruturação. Técnico: Lukas

- Esporte Vitória: equipe que mais evoluiu  neste ano. Corre atrás de seu primeiro título. Técnico: Paulo

- MEC: conquistou esta semana o "Torneio Beneficente",  Técnico: Nenzão.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

17/12/2016

Torneio Relâmpago de Futsal Feminino agitará o domingo no ginásio Carlos Fernando

Durante todo o dia de amanhã (18/12), sete equipes de futsal feminino codoense, estarão disputando o "Torneio Relâmpago", no ginásio Carlos Fernando.

O evento será organizado pelo treinador do CR7, Cristiano, que estabeleceu uma taxa de inscrição de 100 reais, com a premiação de 500 reais para o campeão e 200 reais para o vice.

Conheça abaixo o perfil de cada equipe.

MEC

- MEC: conquistou esta semana o "Torneio Beneficente",  Técnico: Nenzão.

- B-11: conquistou recentemente a Copa Vereda e tem um elenco muito experiente e unido. Técnico: Betinho.

- F10 Sports: conquistou recentemente a Copa UFMA e vem com um elenco mesclado de alunas-atletas infantis e infanto do Colégio Olympus, com ex-alunas-atletas. Técnico: Fredson Ricardo

- Primavera: equipe mais tradicional do futsal feminino de Codó. Sempre chega nas finais. Técnico: Antonio Batista.

- River: campeão codoense 2015. Passa por um processo de reestruturação. Técnico: Lukas

- Esporte Vitória: equipe que mais evoluiu  neste ano. Corre atrás de seu primeiro título. Técnico: Paulo

- CR7: equipe mais recente do futsal codoense. Tem a base do infanto de Polegar e Renê Bayma. Técnico: Cristiano.

A competição ficou dividida em dois grupos: A - F10 Sports, River, Primavera e MEC; B - CR7, Esporte Vitória e B-11.

A sequência de jogos ficou a seguinte:

- 08:00 horas: F10 Sports x River
- 08:40 horas: CR7 x Esporte Vitória
- 09:20 horas: Primavera x MEC
- 10:00 horas: B-11 x Esporte Vitória
- 10:40 horas: F10 Sports x Primavera
- 11:20 horas: MEC x River
- 12:00 horas: B-11 x CR7

Almoço

- 14:00 horas: F10 Sports x MEC
- 14:40 horas: River x Primavera

Semifinais

- 15:20 horas: 1º A x 2º B
- 16:00 horas: 2º A x 1º B

Final

- 16:40 horas: Vencedor da semifinal 01 x Vencedor da semifinal 02.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

16/12/2016

Torneio Beneficente de Futsal e Handebol 2016 foi um sucesso

Muitas crianças carentes de Codó, irão passar o Natal com um brinquedo, pois o "Grupo de Casais", "Mengão Sem Frescura" e "Nação Fla Codó", árbitros, treinadores e atletas, liderados pelo desportista Augusto Braga (Gutin) arrecadaram centenas de brinquedos no "Torneio Beneficente Natal com Brinquedo".

O Evento foi realizado no ginásio Carlos Fernando, no período de 13 a 16 de dezembro, nas modalidades de futsal e handebol, masculino e feminino. Neste período, das 18 às 23 horas, o ginásio esteve sempre com um bom público, prestigiando e colaborando com a campanha.

A inscrição de cada equipe foi no mínimo de 10 brinquedos. Os árbitros e mesários fizeram seus trabalhos gratuitamente, em prol das crianças carentes de Codó.

Após quatro dias de competições, a classificação ficou assim:


Futsal Feminino
MEC: campeão do futsal

campeão: MEC
vice: Primavera
terceiro: B-11
quarto: F10 Sports
quinto: CR7


Futsal Masculino
Engemar: campeão do futsal

campeão: Engemar
vice: Olympus
terceiro: Esporte Vitória
quarto: Aeroporto


Handebol Feminino
Codó Handebol: campeão do handebol

campeão: Codó Handebol
vice: Amigas do GHC
terceiro: GHC Batista
quarto: Cristo Rei


Handebol Masculino
Unidos pelo GHC: campeão do handebol

campeão: Unidos pelo GHC
vice: GHC Batista
terceiro: IFMA
quarto Central
quinto: Cristo Rei

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

14/12/2016

Atletas codoenses conquistas seis medalhas de ouro no maranhense de Jiu-Jitsu

img-20161128-wa0066
Aconteceu no dia 11 de dezembro, no ginásio Castelinho, em São Luís, a 4ª e última etapa do Campeonato Maranhense de Jiu-Jitsu, O evento foi aberto para todos os atletas das idades de Pré-Mirim a Master, masculino e feminino, e de todas as categorias de peso e faixa.
Mais uma vez, a cidade de Codó foi muito bem representada em um certame de grande visibilidade. Os atletas codoenses da equipe DELARIVA – CASA DA LUTA mostraram que continuam bem preparados e desenvolvendo um trabalho consistente em todas as categorias.
Tendo conquistado muitos pódios no 1º Campeonato Interno de Jiu-Jitsu, no Ginásio Carlos Fernando, em Codó, no dia 27 de novembro, a equipe DELARIVA – CASA DA LUTA chegou bem motivada para a quarta e derradeira etapa do estadual de Jiu-jitsu.
Dos dez atletas enviados pela CASA DA LUTA para a competição, seis conquistaram o ouro, dois a prata e dois o bronze. Parabéns a todos os atletas e orientadores!
Parabéns CASA DA LUTA!!!
Ascom – ReaderOnline.
Fonte: Codó Notícias

11/12/2016

Etapa dos Cocais já tem seus representantes para etapa final do Maranhense de Handebol 2016

Após dois dias de competições do Segundo Turno da Etapa dos Cocais do Maranhense de Handebol 2016, no ginásio Carlos Fernando, em Codó, são conhecidos os classificados para a etapa final, que será realizada em São Luís, no período de 16 a 18 de dezembro, com os campeões e vices das regionais: Metropolitana, Santa Inês e Tocantina.

Veja abaixo os campeões e vices do 2º Turno da Regional dos Cocais.

Infanto Feminino

- Campeão: IFMA


- Vice: Colégio Olympus


Adulto Feminino

- Campeão: Hollanda Codó

- Vice: Codó Handebol


Adulto Masculino

- Campeão: Hollanda Codó

- Vice: GHC/Batista


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel), garante apoio ao Campeonato Maranhense de Handebol 2016. A competição acontece nas regionais de Imperatriz, São Luís, Santa Inês e Codó, com disputas até dezembro. A promoção é da Federação Maranhense de Handebol, com o incentivo da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

O Campeonato Maranhense de Handebol tem o patrocínio do Governo do Estado do Maranhão e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

NOVO FORMATO

Em novo formato, a edição 2016 do Campeonato Maranhense de Handebol conta agora com maior número de equipes e tem o objetivo de levar o torneio para outros municípios do Estado. Para isso, a competição foi dividida em 4 regionais: Imperatriz, São Luís, Santa Inez e Codó.

As disputas em cada regional tiveram dois turnos e se classificaramm as duas melhores equipes das 3 categorias (infanto, infantil e adulto), tanto no feminino quanto no masculino.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

10/12/2016

Codó sediará nos dias 10 e 11/12 o segundo turno do maranhense de handebol

Após sediar o primeiro turno da etapa dos cocais do maranhense de handebol, Codó volta a ser palco desta competição, sendo agora a disputa do segundo turno, que será realizado nos dias 10 e 11, no ginásio Carlos Fernando. Paralelamente, será realizado em são Luís-MA, o segundo turno da Regional Metropolitana, no ginásio do IPEM.
Sâmira: atleta do Hollanda arremessando para o gol

Veja abaixo a tabela do segundo turno da Regional dos Cocais.




O Campeonato Maranhense de Handebol 2016 será decidido com  os campeões das 4 regionais (Metropolitana, Cocais, Santa Inês e Tocantina), será no período de 16 a 18 de dezembro, na cidade de São Luís. 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel), garante apoio ao Campeonato Maranhense de Handebol 2016. A competição acontece nas regionais de Imperatriz, São Luís, Santa Inês e Codó, com disputas até dezembro. A promoção é da Federação Maranhense de Handebol, com o incentivo da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

“Com o apoio do Governo do Estado, o Campeonato Maranhense de Handebol deste ano conta com o maior número de equipes inscritas. Outra novidade desta edição é a sua realização em outros três municípios, além de São Luís, como forma de ampliar o acesso ao esporte e descobrir talentos em outras regiões do estado”, destacou Nilson Pinto, diretor da competição.

O torneio também tem caráter solidário. No ato da inscrição, cada equipe precisa levar 3 quilos de alimentos não perecíveis por atleta. Na primeira edição do torneio, em Imperatriz, no último fim de semana, foram arrecadados 870 quilos de alimentos doados ao Lar São Francisco de Assis e à Casa de Apoio Solar que ajuda no tratamento de pessoas com câncer.

O Campeonato Maranhense de Handebol tem o patrocínio do Governo do Estado do Maranhão e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

NOVO FORMATO

Em novo formato, a edição 2016 do Campeonato Maranhense de Handebol conta agora com maior número de equipes e tem o objetivo de levar o torneio para outros municípios do Estado. Para isso, a competição foi dividida em 4 regionais: Imperatriz, São Luís, Santa Inez e Codó.

As disputas em cada regional terão dois turnos e se classificam as duas melhores equipes das 3 categorias (infanto, infantil e adulto), tanto no feminino quanto no masculino.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

07/12/2016

Codó Hollanda conquista mais um título no handebol

Após ficar na 5ª posição da Liga Nacional de Handebol, a equipe codoense do Hollanda volta a conquistar um título.

Codó/Hollanda: campeão dos Jogos do Interior
Trata-se da etapa final dos "I Jogos do Interior de Handebol" que contou com seis equipes masculinas e seis femininas, sendo realizada pela Federação de Handebol do Estado do Piauí, nos dias 03 e 04 de dezembro, no Centro de Treinamento Giuliano, em Teresina-PI.

A competição masculina teve a participação das seguintes equipes:

Grupo A:

- Timon/Atletas de Futuro
- Parnaíba/Handebol Clube
- Floriano/IFPI

Grupo B:

- Piripiri/Chrisfapi/The Boys
- Caxias/Galáticos/Sparta
- Codó/Hollanda

O time do Codó/Hollanda não tomou conhecimento dos adversários e foi vencendo um a um até sagrar-se campeão.

A competição feminina teve as seguintes equipes participantes:
Codó/Hollanda: vice campeão dos Jogos do Interior

Grupo A:

- Piripiri/Projeto Bola na Mão
- Codó/Handebol
- Floriano/IFPI

Grupo B:

- Codó/Hollanda
- Parnaíba/Handebol Clube
- Marcolândia

As equipes codoenses tiveram boa participação mas não conseguiram o título, que ficou com Piripiri, deixando Codó Hollanda com o vice e Codó/Handebol com o terceiro lugar.
Márcio, orientando a equipe feminina do Hollanda

Márcio Esmero, que é o Fundador e patrocinador do Hollanda, atuou como técnico e atleta na conquista do título masculino e do vice feminino, disse: " Foi uma conquista importante, pois aqui disputamos com os melhores do Piauí e Maranhão, pois antes foram realizadas etapas em Timon, Piripiri e Floriano. 2016 está sendo um ano gratificante para o handebol codoense do Hollanda, para fecharmos com chave de ouro, tentaremos conquistar o segundo turno da etapa da Região dos Cocais do campeonato maranhense, que será realizada em Codó ainda este mês, lembrando que, conquistamos o primeiro turno."

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI


06/12/2016

Codó Handebol conquista o bronze em Teresina e agradece aos patrocinadores

img_20161206_170722Na tarde desta terça-feira (6) a equipe feminina Codó Handebol foi recebida pelo empresário Francisco Carlos de Oliveira e pelo prefeito eleito de Codó, Francisco Nagib, na sede do complexo industrial. A visita das atletas foi de agradecimento ao apoio que o Grupo FC Oliveira deu a equipe durante a disputa e pela conquista do terceiro lugar nos Jogos do Interior.
img_20161206_170708
O empresário Francisco Carlos de Oliveira cumprimentou e parabenizou a cada atleta e ressaltou a conquista do time feminino Handebol Codó. “Fico muito feliz por termos ajudado nessa conquista tão significativa. Parabéns a todas vocês, jovens, que representam nosso handebol feminino e o nome de nossa cidade em todo o estado e fora dele”, comentou.img_20161206_170657
O grupo FC Oliveira apoiou com transporte e motorista para o deslocamento da equipe nas disputas nas cidades de Timon e Teresina. Os ‘Jogos do Interior’ é um torneiro que conta com trinta e duas equipes, representando os estados do Maranhão e Piauí. Felizes com a conquista do terceiro lugar, as atletas do Codó Handebol ofereceram ao prefeito eleito de Codó e empresário, Francisco Nagib, o troféu conquistado no certame.img_20161206_170644
“Pra nós é uma honra e uma satisfação muito grande poder contribuir para esta luta de vocês e desta importante conquista, fazendo com que a vocação natural de nossa cidade para os esportes se transforme em realizações como esta. Nosso handebol sempre foi forte e, a cada ano mostra mais resultados. Aceito este troféu de coração e guardarei ao meu lado em meu gabinete, para me lembrar sempre da minha responsabilidade e meu compromisso com o esporte de nossa cidade”, declarou Francisco Nagib.

A equipe Codó Handebol Irá participar a etapa final do campeonato estadual no próximo fim de semana, no ginásio Carlos Fernando.
Fonte: Codó Notícias

04/12/2016

Codoenses conquistam ouro no Norte Nordeste de Atletismo em Maceió

Após conquistar a prata nos Jogos Escolares da Juventude, a aluna-atleta codoense, do Colégio Batista, Héllen Shayanne, que é treinada pelo Professor Arcelino Martins, sagrou-se campeã do Salto em altura, no Norte Nordeste mirim de Atletismo, em Maceió, que foi realizado de 03 a 04 de dezembro.
Héllen Shayanne conquistando o ouro em Maceió

Além de Héllen, Codó ainda conquistou as medalhas de ouro do lançamento do disco e do arremesso do peso, com o atleta Adailton, da Escolinha do Fabril, cujo treinador é o determinado Guedes.

Guedes e Adailton

Após as conquistas, os dois treinadores aproveitaram para continuar as reclamações nas redes socias, solicitando mais atenção para o atletismo e esperando que o próximo secretário ou diretor de esportes possa valorizar o trabalho que está sendo feito.

Arccelino e atletas da equipe maranhense
Arcelino, muito feliz pela conquista da medalha de ouro de Shayane, aproveitou para desabafar: "Temos a segunda melhor saltadora em altura infantil do Brasil e primeira do Norte Nordeste. Mesmo não tendo a atenção devida dos gestores esportivos de Codó, pois no período de preparação, tivemos que treinar no Estado Renê Bayma, pegando boladas de peladeiros e até mesmo tendo treinamentos cancelados por causa das constantes peladas. Agora pergunto, quantas medalhas a nível nacional o futebol está dando para os codoenses?"

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

Mangueirinha perde nos pênaltys e Veteranos sagram-se campeões da Copa Cinquentão de Pedreiras

Mangueirinha - Foto: Mitinha
Veteranos de Codó e Mangueirinha (Codó), decidiram hoje (04) a Copa dos Cinquentões de Futebol, que foi realizada na AABB de Pedreiras. As duas equipes chegaram a final, após vencerem o Moleza (Pedreiras) e Molezinha (Pedreiras).
No tempo normal os times não saíram do 0 x 0. A decisão foi para as cobranças de penalidades máximas, e os Veteranos de Codó venceram por 5 x 4. Com esse resultado a equipe do Mangueirinha ficou com o segundo lugar.
Os veteranos de Codó jogaram e venceram com: João Pinto, Carrim, Valdir, Zé Antônio, João, Manequinho, Carrinho Maestro, Jaldo, Pedro Luís, Hilton, Acy, e Naldo.
Técnico: Jaldo.
O Mangueirinha jogou e perdeu com: Max Sandro, Play Car, Bia, Jean, Tamarindo, Chiquinho, Jorge, Darlan, Riba, Arlindo, Riba Moreira, Ferreira e Chicão.
Técnico: Ferreira
A comissão organizadora agradeceu a todos os veteranos que participaram da competição, aos árbitros, gandulas, mesários e a imprensa pela cobertura ao evento.

Fonte: Blog do Sandro Vagner

28/11/2016

I Campeonato de Jiu Jitsu Gracie Barra Codó foi um sucesso


Foi realizado durante o dia de ontem o “I Campeonato Interno de Jiu-Jitsu” promovido pela maior Academia de Jiu-Jitsu do país, a “Gracie Barra”, o evento contou com uma estrutura muito organizada e o empenho de todos que amam a “Arte Suave”.

Atletas de Pedreiras, Caxias, Teresina-PI e de Codó abrilhantaram o evento que foi disputado em 40 categorias, dentre elas a categoria mirim, com atletas de 10 a 12 anos, vários pais apoiaram seus pequenos atletas da arquibancada.
“Este é o primeiro de uma série de vários que realizaremos na cidade, o esporte está crescendo e é importante termos vários amantes desse esporte que trabalha o respeito, disciplina e o companheirismo” – enfatizou o Professor Edson Ferreira, o idealizador do evento.
Das arquibancadas, pais, amigos e companheiros de equipe torciam por seus atletas preferidos, um exemplo de que o esporte pode ser uma ferramenta para tirar os jovens de ociosidade e das drogas.
Fonte: Blog do Bezerra

27/11/2016

Codoense Patrícia faz o gol da vitória das Borboletas, no Piauiense Feminino de Futsal

Patrícia chutando para fazer gol no Piauiense 2016
Na tarde do último sábado, 26/11, a equipe caxiense Ajax/Borboletas, fez o seu terceiro jogo pelo Campeonato Piauiense de Futsal Adulto Feminino 2016. Desta vez o adversário foi a jovem equipe Teresina. A codoense Patrícia abriu o placar aos 8 minutos do segundo tempo e Clécia marcou o segundo gol, decretando a vitória da equipe caxiense por 2x0.

Devido à distância da capital maranhense e à pouca vontade da Federação Maranhense em ter os municípios participando do campeonato maranhense de futsal, nos naipes masculino e feminino, das categorias que vão do infantil ao adulto, que equipes como o Borboletas, da cidade de Caxias, está participando do campeonato piauiense.

Segundo o técnico do Borboletas, Gláucio Rodrigues, sua equipe está na 4º competição anual piauiense. Desta vez na categoria adulta. Tendo conseguindo um 3º lugar em 2015. "Apesar das dificuldades extra quadra, a equipe também enfrenta problemas para realizar treinamentos com seu elenco completo, tendo em vista que os treinos acontecem na parte da noite e muitas atletas são universitárias. Diante disto a diretoria foi em busca de reforços, trazendo as fixas Nágila e Giovana e as alas Patrícia e Josélia, ambas de Codó.

As atletas codoenses Nágila Mayrla e Giovana Andrade, tiveram toda a suas vidas de alunas e atletas no futsal e atletismo no Colégio Olympus de Codó e hoje defendem a equipe adulta do B-11, enquanto Patrícia Cabral sempre jogou pela Escola Clodomir Millet e hoje é atleta da equipe do Primavera e Josélia atua pelo River.

A equipe Caxiense estreou com derrota para o Parma (que tem a codoense Josilda), porém na sua segunda partida, fez um excelente jogo e venceu o IFPI por 2x1. "Numa jogada rápida, Bel driblou e chutou rasteiro, fazeendo 1x0 pro IFPI. O jogo continuou bastante disputado e no final do primeiro tempo, a atleta codoense Patrícia, acertou um chute indefensável, empatando o jogo. No segundo tempo as duas equipes diminuiram o rítmo, mas após um pedido de tempo, o Borboletas conseguiu melhorar a marcação e em um contra-ataque, Rossana fez um golaço por cobertura, dando a vitória de virada à equipe caxiense". Disse o técnico Gláucio.

O Borboletas volta a jogar pelo piauiense, já na segunda fase, no próximo final de semana, com adversário ainda não conhecido.

No futsal piauiense, a formanda em Educação Física, Josilda Oliveira, que teve sua fase de aluna atleta toda no Colégio Olympus, hoje é uma das atletas de futsal mais vezes campeãs no Piauí, pelo IFPI (Instituto Federal do Piauí).

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

Hollanda Codó não vence o Maringá e fica em 5º na Liga Nacional de Handebol Masculino

Após conquistar de forma dramática a Conferência Nordeste da Liga Nacional de Handebol Masculino, a equipe codoense do Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó (MA), viajou para Maringá-PR, aonde na sexta-feira, (25) às 20 horas e no sábado 26/11, enfrentou o P. M. Maringá/Unimed/Unifamma (PR).

Os jogos foram disputados no Ginásio Francisco Bueno Neto (Chico Neto), com os seguintes árbitros: Rogério Aparecido Pinto (SP), Jesus Nilson Aires Menezes (SP) e Erivalto de Oliveira (PR).

Um dos técnicos do Hollanda, Márcio Esmero, destacou que nesta fase da Liga Nacional, as equipes recebem as passagens aéreas da CBHd (Confederação Brasileira de Handebol) e cotas da TV, das quais pagam as despesas de alimentação e hospedagem.

Mesmo com a experiência de seu técnico principal, Giuliano Ramos, que acabara de retornar de João Pessoa-PB, com o título de bicampeão dos Jogos Escolares da Juventude, categoria infanto (15 a 17 anos), com a equipe piauiense masculina do CAIC, quando recebeu o apelido de "Bernadinho" do Handebol, o time codoense do Hollanda/GHC/Maurício de Nassau não conseguiu passar para as semifinais da Liga Nacional, pois foi superado nas duas partidas pelo P.M Maringá/Unimed/Unifamma (PR) pelos placares de: 31-22 e 32-30.



Hollanda Codó em Maringá: mostrando a união do grupo na vitória e na derrota
Márcio Esmero, agradeceu o apoio do Prefeito Zito Rolim e do futuro Prefeito Francisco Nagib, como de todos os atletas e comissão técnica, além dos patrocinadores e os Professores, Giuliano e Genilson. Enfatizou ainda que realizou um sonho, que era o de levar o nome do handebol codoense pelo Brasil a fora. E prometeu que o seu projeto para 2017 continuará, com mais força ainda. Finalizou agradecendo a parceria com a Faculdade Maurício de Nassau, que fornecerá bolsas de estudos para os atletas do Hollanda, dando assim continuidade aos estudos e conciliando com o esporte, procurando formar cidadãos críticos e conscientes.

As semifinais e final da Liga Nacional Masculina serão nos dias 9, 10 e 11 de dezembro, no Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP), e terão transmissão da Band, Bandsports e SporTV.


Liga Nacional Masculina - Quartas de final


Sexta-feira (25)


Taubaté/FAB/Unitau (SP) 47 x 20 Remo/Handteam (PA)

Pinheiros (SP) 41 x 13 Maracanã (CE)
São Caetano (SP) 37 x 20 Adalberto Valle (AM)
P.M. Maringá/Unimed/Unifamma (PR) 31 x 22 Hollanda/GHC/Codó (MA)

Sábado (26)


Taubaté/FAB/Unitau (SP) 33 x 21 Remo/Handteam (PA)

Pinheiros (SP) 39 x 18 Maracanã (CE)
São Caetano (SP) 31 x 20 Adalberto Valle (AM)
P.M. Maringá/Unimed/Unifamma (PR) 32 x 30 Hollanda/GHC/Codó (MA)

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

23/11/2016

Hollanda Codó viajará para Maringá pra disputar as quartas de finais da Liga Nacional de Handebol

Hollanda Codó, na expectativa de viajar para Maringá-PR
Após conquistar de forma dramática a Conferência Nordeste da Liga Nacional de Handebol Masculino, a equipe codoense do Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó (MA), está de malas prontas para Maringá-PR, aonde na sexta-feira, (25) às 20 horas e no sábado 26/11, enfrentaará o P. M. Maringá/Unimed/Unifamma (PR).

Os jogos serão disputados no Ginásio Francisco Bueno Neto (Chico Neto) e terão os seguintes árbitros: Rogério Aparecido Pinto (SP), Jesus Nilson Aires Menezes (SP) e Erivalto de Oliveira (PR).

Segundo um dos técnicos do Hollanda, Márcio Esmero, nesta fase da Liga Nacional, as equipes recebem as passagens aéreas da CBHd (Confederação Brasileira de Handebol) e cotas da TV, das quais pagam as despesas de alimentação e hospedagem.

"A expectativa é muito boa, pois já vimos a equipe de Maringá jogando pela Copa do Brasil no ano passado. É uma equipe forte fisicamente. Vamos tentar impor uma forte defesa com um handebol com  muita velocidade para equilibrar o jogo". Disse Márcio.

O Hollanda ainda conta com a experiência de seu técnico principal, Giuliano Ramos, que acaba de retornar de João Pessoa-PB, com o título de bicampeão dos Jogos Escolares da Juventude, categoria infanto (15 a 17 anos), com a equipe piauiense masculina do CAIC. Em João Pessoa, Giuliano recebeu o apelido de "Bernadinho" do Handebol.

Os jogos serão transmitidos pelo canal Band Sports. Todos os jogos de ida das quartas de finais acontecerão nos dia 25 e  os de volta no dia 26. Veja abaixo os confrontos:

- Taubaté x Remo
- Pinheiros x Maracanã
- São Caetano x Adalberto Valle
- Maringá x Hollanda


Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

22/11/2016

Colégio Olympus representará o Maranhão em Festival de Ginástica Rítmica em Teresina

Após receber o convite, a equipe de Ballet e Ginástica Rítmica do Colégio Olympus de Codó, participou no ano de 2015, pela primeira vez na capital piauiense do "III Festival de Ginástica Rítmica", promovido pela Federação de Ginástica do Piauí (FEGINPI).


Ballet e Ginástica Rítmica em apresentação no IFPI em 2016

A equipe codoense foi representada pelas alunas: Nayra, Amanda, Dinorá, Samara, Bruna, Ana Clara, Laysa, Aline, Vitória e Kayle. O Festival foi realizado no Colégio Diocesano, com a participação de sete escolas de Teresina e uma de Codó. Veja o link da chamada do Festival no Globo Esporte Piauí: Teresina realiza III Festival de Ginástica Rítmica.
Apresentação em Teresina 2015

Agora em 2016, novamente A FEGINPI convida o Colégio Olympus para participar do "V Festival de Ginástica Rítmica do Piauí", que será realizado no dia 03 de dezembro, no ginásio do Instituto Federal do Piauí.


Ginástica Rítmica do Colégio Olympus em Teresina 2015

O grupo codoense que é comandado pelo bailarino e nutricionista Eduardo Araújo e pela diretora e professora de GR do Colégio Olympus, Jairlene Ferreira, treina a modalidade 03 vezes por semana na referida escola.


Aluna do Olympus: Laysa, demonstrando sua flexibilidade

Com 15 anos de tradição em apresentações na cidade de Codó, o Ballet e GR do Colégio Olympus, sempre está se renovando, pois as alunas começam a praticá-los ainda na educação infantil e seguem até o ensino médio, quando se despedem da modalidade para ingressarem nas faculdades do nosso Brasil.


Aluna Olympus: Dinorá, demosntrando sua flexibilidade

Segundo os Professores, Eduardo e Jairlene, a expectativa de participação é a melhor possível, e as alunas estão ansiosas para mostrarem suas coreografias.


Aluna Olympus: Amanda, demonstrando sua graciosidade

"Em 2017 o Colégio Olympus estará inaugurando sua sala climatizada de Ballet e GR, que dará mais conforto e comodidade às alunas e professores. As matrículas para as poucas vagas restantes estão abertas e podem ser feitas na própria escola". Disse a Professora Jairlene.


Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

21/11/2016

Codoense é Campeão Baiano sub 17 de Futebol

Daniel comemorando o título baiano 2016
O codoense Daniel Ramos, sagrou-se no último sábado (19), Campeão Baiano de Futebol Sub 17. Daniel surgiu em competições locais, no Intercolegial Olympus Mirim em 2011, jogando um futsal de muita força e extrema habilidade, na equipe da Escola Estêvan Ângelo, treinado pelo Instrutor Régis. Em seguida foi campeão codoense infantil e medalha de bronze nos JEM´s (Jogos Escolares Maranhenses) pela mesma escola e com o mesmo técnico.

Desde o início conciliou o futsal com os treinamentos na Escolinha de Futebol do Arizinho (hoje Escola Marcos Pimentel).

Na categoria infanto, jogou futsal pelo Matta Roma e este ano pelo Colégio Olympus, quando sagrou-se vice-campeão codoense e Regional, e não foi disputar os JEM´s pelo fato de ter assinado contrato com o futebol do Bahia.

No futebol, além de treinar na Escolinha Marcos Pimentel, passou uma temporada no Internacional de Porto Alegre-RS, depois retornou a Codó, quando atuou pelo Codó Esporte Clube, na Copa Codó de Futebol de Base 2016, que foi vencida pelo Santa Cruz, e logo em seguida foi para o Bahia, onde atua como lateral esquerdo.

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI

20/11/2016

Atletas codoenses de futsal, jogam por Caxias e vencem no campeonato piauiense 2016

Codoense Patrícia, chutando e fazendo o gol de empate do Borboletas
Devido à distância da capital maranhense e à pouca vontade da Federação Maranhense em ter os municípios participando do campeonato maranhense de futsal, nos naipes masculino e feminino, das categorias que vão do infantil ao adulto, que equipes como o Borboletas, da cidade de Caxias, está participando do campeonato piauiense.

Segundo o técnico do Borboletas, Gláucio Rodrigues, sua equipe está na 4º competição anual piauiense. Desta vez na categoria adulta. Tendo conseguindo um 3º lugar em 2015. "Apesar das dificuldades extra quadra, a equipe também enfrenta problemas para realizar treinamentos com seu elenco completo, tendo em vista que os treinos acontecem na parte da noite e muitas atletas são universitárias. Diante disto a diretoria foi em busca de reforços, trazendo as fixas Nágila e Giovana e as alas Patrícia e Josélia, ambas de Codó.

As atletas codoenses Nágila Mayrla e Giovana Andrade, tiveram toda a suas vidas de alunas e atletas no futsal e atletismo no Colégio Olympus de Codó e hoje defendem a equipe adulta do B-11, enquanto Patrícia Cabral sempre jogou pela Escola Clodomir Millet e hoje é atleta da equipe do Primavera e Josélia atua pelo River.

A equipe Caxiense estreou com derrota para o Parma (que tem a codoense Josilda), mas ontem, fez um excelente jogo e venceu o IFPI por 2x1. "Numa jogada ráapida, Bel driblou e chutou rasteiro, fazeendo 1x0 pro IFPI. O jogo continuou bastante disputado e no final do primeiro tempo, a atleta codoense Patrícia, acertou um chute indefensável, empatando o jogo. No segundo tempo as duas equipes diminuiram o rítmo, mas após um pedido de tempo, o Borboletas conseguiu melhorar a marcação e em um contra-ataque, Rossana fez um golaço por cobertura, dando a vitória de virada à equipe caxiense". Disse o técnico Gláucio.

O Borboletas volta a jogar pelo piauiense no próximo final de semana, quando decidirá a classificação para a segunda fase contrao Teresina.

No futsal piauiense, a formanda em Educação Física, Josilda Oliveira, que teve sua fase de aluna atleta toda no Colégio Olympus, hoje é uma das atletas de futsal mais vezes campeãs no Piauí, pelo IFPI (Instituto Federal do Piauí).

Fredson Ricardo - CREF 217/g-PI